Projeto social de Muay Thai cria “vakinha” para reformar espaço físico; saiba como ajudar

Escola Muay Thai Team BG, do mestre Marcos Elias, localizado no Polo Esportivo Nise da Silveira, atende jovens em situação de vulnerabilidade social

Nas comunidades cariocas e fora delas, é de senso comum a importância de projetos sociais que direcionam o foco dos jovens ao acesso do conhecimento e de oportunidades através do esporte. Estas ações coletivas proporcionam uma nova realidade para os moradores e auxiliam na transformação social do bairro.

Visando em continuar esse compromisso, no Engenho de Dentro, na Zona Norte do Rio de Janeiro, a iniciativa esportiva Escola de Muay Thai Team BG, que completa nove anos de atividades em fevereiro, disponibiliza um financiamento coletivo para a compra de novos materiais e equipamentos de treino para a nova sede do dojo da equipe, localizado no Polo Esportivo Nise da Silveira (IMNS).

O projeto da oportunidade para jovens em vulnerabilidade social
Foto: Divulgação

Para alguns alunos, tal qual a atleta Caroline Lima, de 25 anos e que frequenta a iniciativa desde 2009, a continuidade das atividades representa muito para os mais de 100 inscritos na Escola de Muay Thai Team BG, que já formou uma dezena de campeões nos campeonatos disputados, como os seis vencedores na competição de Muay Thai da Liga de Muay Thai Brasil, em 2020.

“Posso dizer que o projeto foi uma salvação para mim. De mudança de vida, sabe? Apresentou novas perspectivas e tudo mais. Hoje, a Escola de Muay Thai Team BG é uma família para mim”, destaca.

Acompanhando de perto esse processo dos alunos, o mestre Marcos Elias complementa que a parte mais importante do projeto social é a vida. De acordo com ele, o esporte apresenta todas as possibilidades para os atletas que são de uma origem mais vulnerável.

Para ajudar com a continuidade dessa transformação social em Engenho de Dentro, basta acessar a plataforma online da Vakinha através deste link (https://www.vakinha.com.br/vaquinha/compra-de-material-de-treino-para-o-novo-dojo-da-escola-team-bg) e contribuir com qualquer valor. Atualmente, o financiamento coletivo possui a meta de arrecadação de 5 mil reais.