Projeto social ‘Em Ação’ já distribuiu mais de 10 mil apostilas no Alemão

Projeto social vem atuando em prol dos moradores do Complexo do Alemão

Projeto social ‘Em Ação’ já distribuiu mais de 10 mil apostilas no Alemão

Foto: Alexandre Silva

Criado por um grupo de amigos em 2019, o Projeto Social Em Ação vem atuando no Complexo do Alemão desde o início da pandemia. O grupo atuou em ações que ajudaram a diminuir o impacto da pandemia da Covid-19 para muitas famílias da comunidade. O que começou com uma simples distribuição de máscaras, se estendeu até uma grande distribuições gratuitas de apostilas pedagógicas para alunos da rede pública municipal. 

Os impactos sociais em razão da pandemia da Covid-19, foram sentidos de forma nítida nas comunidades periféricas do Rio de Janeiro. Tendo em vista as muitas necessidades, os amigos Ivan Villela e a esposa Renata Moreira, que são de Jacarepaguá, e os moradores do Complexo do Alemão Washington Nogueira e Nielson dos Santos, se juntaram para ajudar aos moradores do Complexo do Alemão. “Cansamos de ficar sentados esperando o estado agir, as pessoas precisavam de ajuda. Começamos em abril do ano passado com a distribuição de mais de 5 mil máscaras para os moradores”, comentou Ivan 

Início das ações 

A necessidade de não passar fome era maior do que a de se prevenir contra o coronavírus, então decidiram usar o trabalho como uma forma de caridade. Ao doar 1kg de alimento o doador recebia 2 máscaras, e os alimentos eram destinados a famílias de maior vulnerabilidade social do Alemão. Foram mais de 500 cestas básicas para aquelas famílias”, relatou Ivan.

Durante o atendimento àquelas famílias, chegou a época do retorno remoto das aulas da rede pública de ensino, muitas mães foram recorrer ao grupo para pedir ajuda com a demanda escolar, pois não tinham condições de arcar com as apostilas escolares que eram disponibilizadas na plataforma online. 

Acesso à educação como prioridade

A ONG então decidiu fazer uma importante campanha de distribuição de materiais pedagógicos, para ajudar aqueles pais que precisavam. “Muitos  alunos da rede municipal não tem acesso a internet ou até mesmo condições para estar arcando com os custos das impressões que são disponibilizadas no site da prefeitura. Não tem como, essas famílias não podem arcar com isso!”, ressaltam. Até o fim do ano letivo de 2020, por semana, foram distribuídas 10 mil apostilas pedagógicas. 

projeto social
O grupo realizou diversas ações sociais na comunidade em 2020, foram mais de 10 mil apostilas escolares distribuídas, 5 mil máscaras e 500 cestas básicas destinadas aos moradores
Foto: Alexandre Silva

“Numa semana para um alunos da quinta série veio um material com 40 folhas, imagina uma mãe com 4 filhos, toda semana tendo que pagar um valor destes, num momento com esse”, falou Ivan. As apostilas eram distribuídas na Grota, e havia mais de 300 famílias cadastradas no programa. “Tínhamos uma impressoras pequena, mas que fez diferença na vida de muita gente, porque muitas crianças da comunidade  estavam sendo prejudicadas sem o ensino”, disse Washington Nogueira. A ação da distribuição do material escolar foi a tentativa de amenizar os impactos que os estudantes da favela vem sofrendo. Com o fim do ano letivo, o grupo suspendeu as impressões, além da indefinição de retorno das aulas.

Novas demandas da solidariedade

A continuidade da ausência de medidas mais inclusivas dos governantes, acabou sendo o estopim para os amigos permanecerem correndo atrás de recursos para ajudar cada vez mais os moradores do Alemão.Com isso,o grupo começou no mês de março uma campanha de doação de fraldas geriátricas a idosos e pessoas com deficiência física em algumas localidades como Fazendinha, Alvorada e Nova Brasília.

Para conhecer o Projeto Social Em Ação é só acessar o Facebook da ONG, e aqueles que desejam doar basta entrar em contato no número (WhatsApp) 21 99354-3241.