Projeto “Turistando com a Comunidade” vai integrar favelas com pontos turísticos da cidade do Rio

A primeira a ser beneficiada será o Conjunto Esperança, na Maré, neste sábado (18)

Foto: Mauro Pimentel/AFP

A Prefeitura do Rio, através da Secretaria de Ação Comunitária, lança neste sábado (18), no Conjunto Esperança, no Complexo da Maré, Zona Norte do Rio, o projeto Turistando com a Comunidade. A iniciativa faz parte do Programa Favela Com Dignidade, um projeto que assegura ao morador de favela e comunidade o direito de conhecer a cidade onde mora, e mais: conhecer a arte, cultura, beleza e a história dos principais complexos da cidade. 

Democratizar o acesso à cultura

O projeto tem como objetivo combater o estigma da segregação e reduzir a distância entre asfalto e comunidade. Segundo a Secretaria de Ação Comunitária, o Turistando vai levar 200 moradores de favela por mês aos principais pontos do Rio. As visitas guiadas dentro e fora das comunidades vão proporcionar, além de bom convívio coletivo, empoderamento ao mostrar o poder transformador produzido pelas favelas e comunidades cariocas.  

“As visitas serão acompanhadas por guias turísticos que mostrarão a importância de cada localidade. O pontapé inicial do projeto será a Maré. Essa é uma oportunidade para os moradores de favelas e comunidades conhecerem a cidade. O projeto Turistando vai democratizar o Rio”, afirma a secretária de Ação Comunitária, Marli Peçanha.

Mensalmente, serão selecionados moradores de favelas e comunidades com Índice de Desenvolvimento Social  (IDS) de até 0,55 para visitar os principais pontos do Rio de Janeiro.
Foto: Marcos de Paula

A primeira favela a receber o programa

A primeira comunidade a ser beneficiada será o Conjunto Esperança, no Complexo da Maré. Um micro-ônibus e uma van, com cerca de 50 pessoas, vão percorrer um roteiro que começa pela Pequena África, Valongo, Pedra do Sal e vai até o Boulevard Olímpico. As referências histórico-culturais de cada lugar visitado serão repassadas aos moradores por guias contratados pelo projeto. 

No domingo (19), 150 pessoas das comunidades de Jacarepaguá serão levadas à Cidade das Artes, onde farão uma visita guiada a uma exposição e uma apresentação da Orquestra Sinfônica Brasileira, em um concerto de Natal.