Projeto ViDançar realiza live comemorativa de seus 10 anos nesta sexta-feira (03)

O projeto de Balé do Complexo do Alemão vai realizar lives com aulas gratuitas para crianças e adolescentes, que se encontram em isolamento social devido a pandemia do novo coronavírus.
Alunas do Projeto ViDançar

Neste mês de Julho, o projeto ViDançar, do Complexo do Alemão, está completando 10 anos. Em razão dessa data comemorativa, o projeto promoverá aulas online gratuitas destinadas para alunos da Rede Pública de todo o Brasil, que tenham mais de 6 anos de idade, e que estão em casa durante o isolamento social.

A live inaugural do ViDançar, que vai ao ar nesta sexta-feira, às 17h, contará com toda a história do projeto, apresentando sua equipe, esclarecendo dúvidas e também informando como serão as dinâmicas de aulas.

As aulas foram estendidas para o campo da internet devido ao momento de isolamento social causado pela pandemia da Covid-19, onde crianças e adolescentes estão em casa sem realizar atividades físicas. Desta maneira, o balé seria uma forma de auxiliar na consciência corporal e também proporcionar a oportunidade de mudar vidas por meio do ensino da dança.

A fundadora do projeto, a advogada Ellen Serra falou um pouco a respeito dessa nova realidade que o projeto entrará:

“É um sentimento de esperança, de que é possível resistir através da arte. Agora, estamos vendo que a cultura é muito necessária para a saúde física, mental e para a alegria de todos neste momento tão delicado”.

As transmissões serão feitas pelas redes sociais do projeto: @projetovidancar, no Instagram e Projeto Vidançar, no Facebook.

As inscrições podem ser feitas através do link : https://forms.gle/HkRSRZJz1HvJbM1s8

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]