Rock in Rio: Espaço Favela terá MD Chefe, Orochi, Azzy, entre outros artistas

Anunciados na última segunda-feira (4), vão ser sete dias de festival, de 2 a 11 de setembro, com 21 atrações confirmadas para o Espaço
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O line-up do Espaço Favela do Rock in Rio está coisa linda, a verdade é essa! Vai ter o famoso “Rei Lacoste” MD Chefe convidando o “Trajadão” DomLaike, Orochi exalando “212 VIP na pele”, Azzy na voz para as “faixa rosa” e até o “legatário do tino implacável da lei”, Buchecha. E, não para por aí! Ao todo, serão 21 atrações divididas em sete dias de festival, tendo como embaixador do Espaço Favela o pagodeiro do subúrbio que não é favelado, mas que todo apaixonado ama sofrer com ele: Ferrugem. 

A venda de ingressos começou nesta terça-feira (5) e cinco dos sete dias esgotaram em minutos. O valor da inteira era R$ 625 e a meia-entrada custa R$ 312,50. Até o momento, apenas um único dia ainda não está esgotado: o dia de estreia, 2 de setembro.

Neste dia, inclusive, quem gosta de rock está feito em todos os palcos. No Espaço Favela, unindo Heavy Metal com Hardcore e pontos de Exu, a banda Gangrena Gasosa será a headliner do chamado Dia do Metal. Abrindo o palco, terá a banda Revengin, que une o Heavy Metal com elementos sinfônicos, além da banda Affront, com seu Thrash Metal.

Gangrena Gasosa
Foto: Divulgação

Já no segundo dia, 3 de setembro, PK convida MC Don Juan será o headliner. Antes deles, o público poderá cantar as melhores do jovem BIN, que tem em seu repertório muito trap e love song. Abrindo o Espaço Favela neste dia, a Azula, soltando a voz com suas músicas que têm jazz, MPB, samba, R&B como as maiores referências.

Fechando o primeiro fim de semana do festival, Funk Orquestra será o headliner do dia 4 de setembro, trazendo o gênero com instrumentos clássicos. Falando em clássico, o Buchecha também vai se apresentar neste dia. A pergunta que fica é: Será que a MC Sabrina vai aparecer para cantar “Implacável” com ele? Além deles, ainda vai ter o Taylan no palco. Para quem não conhece, tem uma dele que diz assim: “Deus me abençoou. E para quem falou que eu não era capaz, hoje me aplaudem demais, hoje me aplaudem demais!”.

Abrindo o segundo fim de semana no Espaço Favela, a banda Drenna, que traz o empoderamento feminino na cena do rock, no dia 8. Além do DJ TH4I convida Lia Clark, trazendo muito funk e p jogação para o dia. E, também, o Izzra, que abrirá o palco com sua voz impecável que impressionou todos os jurados do The Voice Brasil.

MD Chefe convida DomLaike dia 9 de setembro, como headliner, representando os Reis Lacoste e as Tiffanys presentes. Também é o dia do Choice, que começou sua carreira em 2014 nas batalhas de rima do Rio e São Gonçalo. Para abrir o palco, uma das grandes vozes do pagode atual, representando a mulherada: Marvvila.

Dia 10 de setembro é a vez do embaixador do Espaço Favela, Ferrugem, cantando só as que machucam o coração, como headliner. Além do pagodinho, também vai ser dia de trap, com o Orochi, levando as melhores dos seus álbuns de sucesso: “Celebridade” e “Lobo”. A primeira atração será EL PAVUNA, que vai colocar o público para dar uma sambadinha.

No último dia de Rock in Rio, o festival irá homenagear as mulheres, colocando apenas atrações femininas 11 de setembro. Abrindo o Espaço Favela, Ella Fernandes traz suas melodias, que passeiam entre o pop e o soul. Em seguida, a Azzy, que começou nas batalhas de rima e hoje bate vários milhões no Youtube. Como headliner, a Lexa, mesclando muito pop e funk melody para agitar o público, fechando o line-up do palco.

As atrações acima foram confirmadas em um encontro com a imprensa, no escritório do Rock in Rio, localizado na Barra da Tijuca, Zona Oeste, na última segunda-feira (4). Amanda Botelho, repórter do Voz das Comunidades, esteve presente e entrevistou MD Chefe e DomLaike, que irão estrear no Rock in Rio 2022.

No vídeo, a repórter pergunta como estava a expectativa e o coração do MD Chefe. “Tá no lugar, bebê. A expectativa é mais do público, porque nós vamos fazer o nosso trabalho para agradar, como eu mesmo falo, o paladar da realeza”, respondeu o rapper.

Confira a entrevista na íntegra:

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]