Segurança, morador do Alemão, é demitido após receber gorjeta do MC Poze

O vigilante Bernardo Henrique, de 27 anos, conta que estava com o salário e benefícios atrasados e que usaria o dinheiro para recarregar seu vale-transporte a fim de ir trabalhar

Foto: ReproduçãoFoto: Reprodução

O vigilante Bernardo Henrique, de 27 anos, morador do Alemão, foi demitido da empresa de segurança privada Grupo Lothar, após receber uma gorjeta do MC Poze. O cantor postou um vídeo ontem (10), em que aparece dando gorjeta para alguns trabalhadores do condomínio onde ele mora. Bernardo conta que estava com o salário e benefícios atrasados e que usaria o dinheiro para recarregar seu vale-transporte a fim de ir trabalhar.

“Eu comecei a trabalhar na empresa dia 22 de dezembro e no dia 29 eu recebi o dinheiro da passagem, refeição e alimentação. Faltou o salário, que seria pago no 5º dia útil. Perguntei o porquê. Quando virou o mês, primeiro dia útil, dia 3, segunda-feira: parte dos vigilantes tinham recebido o alimentação e eu nada. Segundo dia útil, na terça-feira, eles receberam o pagamento e eu ainda nem tinha recebido o vale-alimentação. Perguntei de novo”, explica Bernardo sobre o atraso de seu salário. “Na quarta-feira, terceiro dia útil, pagaram o alimentação, mas até hoje não recebi o dinheiro da passagem. Quando o Poze me deu o dinheiro, pensei: pô, vou botar esse dinheiro no bilhete único para vir trabalhar e ficar tranquilo”, conta.

Hoje, o Grupo Lothar demitiu o vigilante, sem maiores explicações. Em seu perfil no Instagram, postaram uma “nota de esclarecimento”, onde alegaram que respeitam os direitos humanos e tratam as pessoas com igualdade e respeito. “Pois acreditamos que essa é a base que nos impulsiona à garantia da busca contínua de excelência, pela qual já somos reconhecidos tanto por clientes e parceiros, como por colaboradores”, disseram. Todos os comentários da publicação foram apagados pela empresa.

Em seus stories, o MC Poze do Rodo demonstrou sua indignação com a atitude do Grupo Lothar: “A empresa demitiu o segurança que aceitou um simples agrado, isso é muita marola com o trabalhador. Sem neurose, que mundo é esse, parceiro? Como tem gente que consegue ser assim, irmão?”. Poze também escreveu: “Te mandarei outro agrado, guerreiro. Espero que ajude”. Logo em seguida, transferiu R$20 mil para a conta de Bernardo.

MC Poze manda R$20 mil para segurança que foi demitido após receber gorjeta
Foto: Reprodução