Projeto social na Vila Vintém vende camisas e reverte valor em doação para famílias da comunidade

Voluntários vestem camisa do projeto que dá apoio às famílias da Vila Vintém
sos vila vintem

Projeto também distribui quentinhas aos moradores em risco alimentar

O projeto SOS Vila Vintém está arrecadando alimentos não perecíveis e vendendo camisas para dar apoio às famílias da comunidade, situada em Padre Miguel, na Zona Oeste do Rio. A equipe distribui, também, frutas e legumes para os moradores, atendendo três famílias por semana. Para tornar o trabalho possível, os organizadores fecharam parceria com o comércio local, a fim de levantar recursos e doações. Além disso, possível doar roupas e móveis, já que há pessoas sem utensílios domésticos. 

O projeto surgiu com o objetivo de diminuir os impactos da Covid-19 na favela. Em um primeiro contato com a equipe de voluntários, os moradores passam por uma triagem para cadastramento, na qual será apontada, de fato, a necessidade de cada um. A falta do que comer é uma realidade que assola as comunidades, sendo resultado da crise econômica provocada pela pandemia – além da desigualdade socioeconômica já existente no país há décadas.

Além da distribuição de cestas básicas, O SOS Vila Vintém criou o Cozinha Social, uma ação para oferecer quentinhas às quartas-feiras na comunidade. A ausência do poder público com medidas efetivas no combate ao coronavírus é percebido nas ações organizadas pelos próprios moradores. “O governo só visa a comunidade como voto”, aponta Patrick Bruno de Souza, coordenador das ações. 

O projeto conta com 19 pessoas voluntárias, que vivem na Vila Vintém. A parceria com o comércio local fortalece as atividades. “Os comerciantes da comunidade compram as camisas para os funcionários e ainda divulgam as ações diretamente com quem vive no local”, explica. Se você deseja ser um doador, é só entrar em contato pelo (21) 99075-6257, ou pelo Facebook, no link: https://www.facebook.com/SOS-Vila-Vint%C3%A9m-100510641683477/.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]