Veja 10 dicas para soltar pipa com segurança

A brincadeira pode causar diversos acidentes, principalmente quando somada ao uso de linhas cortantes

Veja 10 dicas para soltar pipa com segurança

Foto: Betinho Casas Novas

Pandorga, papagaio, raia ou como é mais conhecida no Rio de Janeiro, pipa. São alguns dos nomes dados a esta, que é uma brincadeira milenar: colocar um objeto feito a mão, com materiais simples, para voar no céu. Estima-se que a atividade tenha sido descoberta na China há mais de dois mil anos. E, hoje, mesmo com tanta tecnologia, soltar pipa ainda é um dos passatempos preferidos de crianças, adolescentes, jovens e até adultos.

Entretanto, a brincadeira pode causar diversos acidentes, principalmente quando somada ao uso de linhas cortantes como as que tem cerol ou as chamadas linhas chilenas. Ainda assim, é possível empinar pipa de forma segura, basta seguir algumas recomendações. Confira 10 dicas para brincar sem correr riscos.

1.  Empine pipas longe da rede elétrica, em locais livres onde não exista nenhum tipo de cabo de energia, de serviço telefônico ou antenas de celular. Isso evita acidentes e interferências na qualidade desses serviços.

2.  Busque espaços abertos como praças, parques e campos de futebol para usar o brinquedo. Evite também soltar pipas em canteiros centrais de ruas, avenidas, rodovias ou qualquer lugar onde exista fluxo de veículos.

3.  Evite usar rabiolas, como arraias, pois elas agarram nos fios elétricos, desligando o sistema e provocando choques que podem ser fatais.

4.  Linhas metálicas não devem ser usadas no lugar da linha comum. Nunca use cerol ou a linha “chilena”, elas são proibidas por lei. O ideal é utilizar barbante de algodão, esse é o melhor material para as linhas de pipa, visto que as de nylon cortam assim como as que tem cerol.

5.  Não utilize papel alumínio na confecção da pipa. É perigoso pois este material, em contato com os fios, provoca curtos-circuitos, devido ao fato de ele ser um condutor de energia.

6.  Caso a pipa enrosque nos fios, é melhor desistir do brinquedo. Tentar recuperá-lo representa sério risco, assim como tentar remover a pipa com canos, vergalhões ou bambus. É melhor fazer ou comprar outra.

7.  Não solte pipas em dias de chuva, principalmente se houver relâmpagos. Ela funciona como pára-raios, conduzindo energia. Ou seja, quem está empinando a pipa pode ser atingido por um raio.

8.  Não é indicado subir nas lajes das casas para empinar pipa, qualquer distração pode causar uma queda. O aconselhado é brincar em campos abertos.

9.  Tenha cuidado com ciclistas e motociclistas, pois as linhas não podem ser vistas por eles e linhas de cerol ou reforçadas podem causar graves acidentes. Além disso, recomenda-se aos motociclistas o uso de antenas antilinhas.

10. Ao correr atrás das pipas, muito cuidado com o trânsito. Cuidado com ruas e lugares movimentados, principalmente quando andar para trás. Pode haver algum buraco ou pista.

É aconselhável ter sempre um adulto responsável acompanhando as crianças no momento da brincadeira.