Veja o calendário de vacinação contra a Covid-19 da semana de 13 a 18 de setembro

As unidades seguem aplicando a segunda dose, conforme a data estipulada no comprovante da primeira
calendario-vacina idosos

Foto: Reprodução / Secretaria Municipal de Saúde

Começou a aplicação da terceira dose da vacinação contra a covid-19. Nesta segunda-feira (13), serão vacinadas, de forma escalonada por idade, pessoas de 95 a 90 anos ou mais. A dose de reforço é destinada aos idosos que receberam a segunda aplicação do imunizante há, pelo menos, três meses. Nos demais dias, pessoas com 23 anos ou mais, gestantes, puérperas, lactantes e pessoas com deficiência (PcD) com 12 anos ou mais também podem se vacinar (preferencialmente no período da tarde). A vacinação acontece das 08h às 17h.

A cidade do Rio segue avançando na imunização contra a Covid-19. Atualmente, 57% dos cariocas com 18 anos ou mais estão vacinados com a 2ª dose ou dose única na cidade. Além disso, 97,6% dos cariocas com 18 anos já tomaram a 1ª dose ou dose única. Porém, por conta de um atraso na entrega da Astrazeneca, uma nova paralisação do calendário atrasou a imunização dos adolescentes da cidade.

De acordo com a Fiocruz, a entrega da Astrazenca, que está atrasada, deve ser normalizada a partir de terça-feira (14). Foto: Reprodução / Secretaria Municipal de Saúde

Retomada da vacinação para os adolescentes

Com isso, a expectativa é que o calendário de vacinação dos adolescentes só deve retornar na quarta-feira (15), para meninas de 14 anos. Na sexta-feira (17) está prevista a vacinação dos meninos da mesma idade. Vale lembrar que a vacina da Pfizer é a única autorizada pela Anvisa para imunização de adolescentes entre 17 e 12 anos. Os cariocas que receberam a primeira dose da Astrazenca e que procurarem os postos para tomar a segunda dose podem tomar a Pfizer. A combinação de imunizantes foi autorizada na cidade do Rio.

Pessoas com algum tipo de deficiência devem apresentar laudo da rede pública ou particular, cartão de gratuidade no transporte público, documentos comprobatórios de atendimento em centros de reabilitação ou outro documento que indique a deficiência.

Gestantes e puérperas devem apresentar cartão de pré-natal, além da assinatura do termo de esclarecimento disponível no portal da Prefeitura do Rio. Aqueles que irão receber a vacina devem apresentar identificação original com foto, número do CPF e, se possível, a caderneta de vacinação. Quem for receber a segunda dose, deve levar também o comprovante da primeira aplicação.

Vale destacar também que a proteção contra o vírus só é garantida após 14 dias da aplicação da segunda dose. Por isso, fique atento para não perder a sua data. É possível encontrar a unidade mais próxima da sua casa também acessando o portal.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]