Veja o calendário de vacinação contra a Covid-19 da semana de 19 a 24 de julho

Divulgado pela prefeitura, será vacinado o público em geral de 36 a 35 anos

Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio

Os cariocas terão mais uma antecipação no calendário de vacinação. Na última sexta-feira (16), a Secretaria Municipal de Saúde anunciou que chegou a vez das mulheres e homens de 36 a 35 anos se vacinarem. Nesta segunda-feira (19) o dia é destinado a mulheres com 36 anos e a aplicação da 2ª dose conforme a data estipulada no comprovante da primeira.

A vacinação no município do Rio vem avançando a cada semana, com isso mais pessoas estão tomando a primeira dose  e completando a sua imunização. A Secretaria Municipal de Saúde acelerou ainda mais a aplicação. Porém, a dinâmica do calendário permanece a mesma da última semana. Sendo assim, mulheres e homens de 36 a 35 anos continuam sendo imunizados em dias alternados, avançando de forma escalonada até sábado dia 24 . Importante ressaltar que, nesta semana, quem perdeu a sua data de vacinação ainda contará com duas repescagens nesta semana. Grávidas, puérperas (mulheres com até 45 dias pós-parto) e lactantes também terão mais uma chance de se vacinar na quarta-feira, dia 14/07.

A previsão da Prefeitura do Rio é que os cariocas com 33 anos ou mais estejam imunizados até o fim do mês.
Foto: Reprodução/ Prefeitura

Repescagem

Na próxima quarta (21), homens e mulheres, a partir de 36 anos, terão mais uma oportunidade de serem vacinados. No sábado (24), quem tem mais de 35 anos pode receber a vacina. Com o novo calendário estão previstas outras duas datas de repescagens em julho (nos dias 28 e 31). Após isso, os “atrasados” dos grupos de 32 anos ou menos só poderão se vacinar no dia 25 de agosto, quando a vacinação já abrangerá adolescentes. Já em setembro, estão todos os dias de repescagem.

Ainda é necessário se cuidar

Durante a apresentação do 28º Boletim Epidemiológico, foi observado que, entre as 33 regiões administrativas do município, 11 apresentam risco moderado (classificação amarela) para transmissão do novo coronavírus – mais que o dobro em relação à semana anterior, quando somente cinco estavam nessa cor. Esta é a terceira semana consecutiva com redução progressiva de áreas com risco alto. Atualmente apresentam risco moderado as regiões administrativas Portuária, Lagoa, Vila Isabel, Penha, Bangu, Santa Cruz, Ilha do Governador, Santa Teresa, Barra da Tijuca, Rocinha e Vigário Geral. As demais estão na classificação laranja (risco alto).

Nova variante

A Secretaria Municipal de Saúde anunciou também que identificou dois casos de síndrome gripal por Covid-19 relacionados à variante Delta. São dois homens, de 27 e 30 anos, residentes dos bairros de Olaria e Paquetá, e há uma média de 20 contactantes sendo monitorados para cada infectado. A investigação epidemiológica está em curso pelas equipes da Vigilância em Saúde da Secretária Municipal de Saúde (SMS). Na última semana, 48 novos casos de diferentes variantes do vírus foram identificados na cidade, sendo 37 moradores locais. Desde a identificação do primeiro caso de novas variantes, o município contabiliza 772, sendo 636 residentes. 

Aqueles que irão receber a vacina devem apresentar identificação original com foto, número do CPF e, se possível, a caderneta de vacinação. Quem for receber a segunda dose, deve levar também o comprovante da primeira aplicação. Vale lembrar também que a proteção contra o vírus só é garantida após 14 dias da aplicação da segunda dose. Por isso, fique atento para não perder a sua data. É possível encontrar a unidade mais próxima da sua casa acessando o portal da prefeitura do Rio.