Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Veja quantos casos ativos de Covid-19 há em 27 favelas do Rio; Número chega a quase 700

Dentre as comunidades, o Complexo do Alemão lidera com mais casos ativos registrados
Foto: Renato Moura / Voz das Comunidades
Foto: Renato Moura / Voz das Comunidades

Foto: Renato Moura / Voz das Comunidades

Nas últimas semanas, o que tem se visto nas favelas do Rio de Janeiro é um aumento no número de casos de Covid-19, no dia 13 de agosto, mais de mil casos da doença foram confirmados em territórios de favela. Atualmente, em 27 favelas da capital, são aproximadamente 700 casos positivos de Covid-19, de acordo com o painel da Covid-19 da Prefeitura do Rio. Nos números atualizados do último domingo, dia 15 de agosto, o Complexo do Alemão, na Zona Norte, registrou 127 casos ativos.

A nova variante tem causado preocupação na cidade. De acordo com secretário de Saúde do Rio, Daniel Soranz, a variante delta foi identificada em 56,6% das amostras colhidas no município em julho. O reflexo deste aumento de casos pode ser visto também nas comunidades. Segundo o Painel Covid-19 Nas Favelas, feito pelo Voz das Comunidades, ao todo são 39.513 casos já confirmados.

Penha e Alemão lideram negativamente a lista de casos confirmados
Foto: Prefeitura Rio

Importância dos testes e vacinação

Gerente da Clínica da Família Zilda Arns do Alemão, Robson Ribeiro falou a respeito do atual momento da pandemia na comunidade.

“Temos percebido um aumento dos pacientes sintomáticos de Covid-19. Os sintomas são mais brandos que no passado. O público que tem chegado aqui tem sido mais de idosos, mas também um público mais jovem em torno de 50 e 30 anos. A vacinação tem que continuar acontecendo. Quanto maior o número de vacinados, maior o bloqueio, porque a vacina não protege só a gente. A transmissão é menor”, relata Robson.

O gerente da unidade ainda conta sobre a baixa procura dos moradores do Alemão pela a vacinação e da importância de buscar fazer o teste de Covid-19 se estiver apresentando algum sintoma. Todos que chegam aqui com algum problema respiratório é direcionado para o atendimento da Covid, para poder descartar. Dependendo do período dos sintomas, fazem o teste rápido. Desta vez os testes positivos superam o do passado. Antigamente tinham entorno de 35% a 40% dos casos e davam positivo. Hoje temos metade dos testes dando positivo”. O número de casos positivos pode estar associado à maior sensibilidade dos métodos de testagem atual, mas também pela maior taxa de transmissão em razão da variante delta.

Vale ressaltar que é extremamente necessário completar a imunização contra a Covid-19 com a segunda dose da vacina. Sem a segunda dose, a imunização se torna ineficaz. Importante relembrar também que, mesmo com as duas doses tomadas, é indispensável manter o uso de máscaras, álcool em gel e respeitar as medidas restritivas da cidade.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]