Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Cria da Parada de Lucas, influenciadora digital Júlia Peixoto investe na autoestima do público baixa renda

Com apenas 21 anos, a jovem acaba de lançar uma linha de maquiagens com preços acessíveis

Foto: Selma Souza/Voz das Comunidades

Com a determinação de quem entrega uma parte da sua história em cada trabalho realizado, Júlia Peixoto, de 21 anos, compartilha mais um pouco de si com o lançamento da sua própria linha de maquiagem. Em parceria com a empresa Face Beautiful, a influenciadora digital, cria da comunidade Parada de Lucas (Zona Norte), destaca a importância de promover a autoestima para o público de baixa renda, disponibilizando produtos de alta qualidade e com o custo acessível: a coleção JuPxt.

“A maquiagem sempre esteve presente na minha vida. Hoje, eu vejo ela como uma parte de mim. Já passei madrugadas acordadas assistindo vídeos no Youtube sobre ‘makes’, praticando o que aprendi e tudo mais. Então, em 2015, eu troquei o estilo de vídeos que produzia no meu canal e comecei a produzir vídeos de dicas de maquiagem. E percebi uma coisa importante enquanto me descobria: a maquiagem tem um poder incrível! Ela permite que você seja quem quer ser. É um poder de transformação que aumenta e muito a autoestima das pessoas. A minha linha de maquiagem é focada nessa liberdade de ser quem você quiser ser”, explica.

A entrega de si em cada trabalho é visível nos detalhes internos e externos estampados na coleção JuPxt. Como assinatura, os produtos carregam as tatuagens da influenciadora digital. Para ela, a presença das suas características na linha de maquiagem indica a importância de estar presente no desenvolvimento e, também, no relacionamento com o seu público.

Júlia Peixoto
Cria da Parada de Lucas, Júlia Peixoto destaca cada característica sua na estampa do produto.
Foto: Selma Souza/Voz das Comunidades.

“Eu me importei com cada detalhe nessa coleção. Como outros trabalhos meus, tudo que faço tem que combinar com a minha personalidade, que considero ser de uma pessoa sincera, transparente e humilde. As tatuagens que estão na estampa dos produtos significam muito na minha trajetória: um arco-íris e uma ferradura de cavalo. A primeira é porque dizem que você encontra um pote de ouro no final do arco-íris e a segunda é sobre a mística que a ferradura do cavalo traz, algo relacionado a sorte e a prosperidade”, comenta.

Inserida no ambiente digital desde os 15 anos, Júlia Peixoto revela que a grande inspiração para o início dos trabalhos na internet foi os conteúdos de dança do Bonde das Maravilhas, grupo que inspirou as gravações em seu canal com amigos.

“Eu amo bailes funks e naquela época era muito fã do Bonde das Maravilhas. Comecei a gravar vídeos de passinhos de dança com meus amigos e compartilhava no meu canal do Youtube. Até que, em determinado momento, os meus amigos não queriam mais gravar por vários motivos. Então, mudei para um conteúdo mais pessoal mesmo”, relembra.

A jovem influenciadora digital, que possui 1.5 milhão de seguidores no Instagram e 500 mil inscritos no Youtube, acredita na potência e diversidade existente na voz dos moradores de favelas cariocas. De acordo com ela, a criatividade e o talento de quem vem da comunidade é único. “Eu costumo dizer que é importante nunca desistir. Se você quer algo, acredite. Em algum momento, isso vai acontecer”, compartilha.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]