Arbitragem brasileira é marcada por despreparo

1ae17

Nenhum outro esporte mobiliza os brasileiros tanto quanto o futebol, já oficializado como paixão nacional. Que atire a primeira pedra, quem não gosta de assistir a um jogo, sentir a emoção de um gol, zoar o adversário pela derrota. Enfim, não dá pra negar, somos todos fanáticos por futebol.

Aqui no Brasil a nossa maior competição é o Campeonato Brasileiro, onde ocorrem as melhores disputas e os maiores investimentos na área esportiva. Entretanto, nas últimas rodadas se notou a grande desqualificação dos árbitros que acabam interferindo efetivamente no resultado final de cada jogo. Erros evidentes em momentos decisivos da partida acabam gerando uma descrença no quadro de arbitragem brasileiro.


Foto: Reprodução/internet

Nesse último final de semana, na 31ª rodada do Brasileirão, as principais polêmicas de arbitragem ficaram no jogo entre Figueirense 1 X 2 Palmeiras. Os dois gols do time paulista foram envolvidos em dúvidas, comentaristas afirmam que não houve a penalidade no primeiro gol palmeirense, já no segundo a televisão mostra claramente no início da jogada, cobrança de lateral, a bola quicando fora do campo de jogo, devendo assim retornar a cobrança. No entanto, o Palmeiras teve os dois lances a seu favor levando importantes 3 pontos de volta para São Paulo. Junto com o Flamengo, o Palmeiras disputa o título do Campeonato Brasileiro.

Relembrando uma rodada anterior, na 30ª, o jogo da polemica foi o clássico Fla x Flu. O zagueiro Henrique, no 2º tempo, marcou o gol que seria o de empate do Tricolor, entretanto o lance chegou a ser invalidado depois que o assistente marcou impedimento, mas depois de conversa com o árbitro, o gol foi confirmado. Depois da confirmação, o time rubro-negra cercou a arbitragem para reclamar de irregularidade no lance. Até os reservas entraram para protestar e a PM precisou entrar em campo para proteger o trio de arbitragem. O jogo ficou interrompido durante oito minutos até que o juiz decidiu mudar novamente de posição e invalidou o gol, gerando revolta entre os tricolores.

2673219_full-lnd
Foto: Reprodução/internet

Em poucas linhas recapitulamos as duas últimas rodadas do campeonato brasileiro e a rotina do show de desastres por parte dos juízes. Para os amantes do futebol, é triste observar a desqualificação dos árbitros brasileiros durante cada rodada do campeonato, principalmente quando esse despreparo possui influência direta no resultado final.

Em meio a série de erros, ressurge a importante discussão sobre a relevância ou não do uso de tecnologia para coibir erros da arbitragem. Uma possibilidade a se pensar é dar a chance aos árbitros de interromper o jogo nos lances mais difíceis para que revejam o momento pela TV. Esse recurso já é utilizado em esportes como o futebol americano, na NFL, e basquete, NBA.

AUTOR:

cryslan_novaimagem-colunista

Esta coluna é de responsabilidade de seus atores e nenhuma opinião se refere à deste jornal.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]