Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Ferroviário do Alemão muda patamar do esporte no CPX

“Fico realizado por vê-los tendo a oportunidade de irem atrás dos seus sonhos”
Com mentalidade vencedora, clube do Alemão tem temporada de ouro em sua história e agora busca acesso para principal liga de futsal no Rio (Foto: Vilma Ribeiro / Voz das Comunidades)

Texto: Matheus Andrade / Fotos: Vilma Ribeiro
Matéria publicada no jornal impresso do Voz das Comunidades na edição de março de 2023

Atualmente, a receita para o sucesso em um clube de futebol é a organização. Se uma equipe vai bem fora das quatro linhas, certamente o resultado virá na hora do jogo. É o caso do Ferroviário Alemão, equipe que surgiu de um projeto social de esportes e se tornou um dos melhores times de futsal infantil do Rio de Janeiro. Na temporada de 2022, foram, ao todo, 18 troféus, frutos da gestão do casal Francisco Danilo e Tatiane de Melo, moradores da localidade da Grota, no CPX do Alemão.

A equipe fundada em 2019 hoje colhe os resultados da profissionalização do clube. Com o apoio da Prefeitura do Rio, o projeto conseguiu mudar de patamar no cenário do futsal carioca. A dupla falou sobre a mudança de nível da equipe e a incessante luta pela representatividade e respeito do Alemão na modalidade. 

O projeto conta com 128 atletas, distribuídos em diferentes categorias até 14 anos
(Foto: Vilma Ribeiro / Voz das Comunidades)

“Hoje temos uma estrutura para trabalhar e dar segurança aos profissionais que trabalham conosco. Quando chove, temos um projetor para treinar a parte tática em uma sala. Temos uma impressora para toda a papelada necessária para os jogos. São essas pequenas coisas que fazem grande diferença. Não podemos explicar perder uma final no detalhe, mas podemos explicar o trabalho para chegar até ali”, diz o coordenador técnico Danilo. 

O destaque do time, além das conquistas, é refletido no interesse de grandes clubes que acabam buscando jogadores do Ferroviário para os seus elencos.

“Quando isso acontece, não consigo ficar triste por perder um jogador, fico realizado por vê-los tendo a oportunidade de irem atrás dos seus sonhos. É o nosso principal objetivo desde o início do projeto”, completa Danilo.

Homenageada pela Liga Riofutsal pela atuação à frente do Ferroviário, a presidente do clube Tatiane de Melo detalha como o fator “ambiente” acaba sendo uma das principais características do sucesso da equipe.

“Não é cuidar somente dos jogadores, nossos treinadores hoje estão na faculdade graças ao projeto. Existe também um cuidado com os pais. Quando conhecemos as realidades de maneira individual conseguimos auxiliar aquela família e compreendemos o que está acontecendo e ajudamos aquela criança a continuar buscando os seus objetivos.”

Para a temporada de 2023, além da importante Copa Toca e Sai, o Ferroviário disputará a Federação Série Prata no Futsal, com o objetivo principal de buscar o acesso à Série Ouro, divisão principal da modalidade no Rio de Janeiro. 

Ferroviário transmite suas partidas através do seu canal no YouTube, o TV Ferrão CPX. Os treinos acontecem de terça a sexta. Terças e quintas das 18h às 22h, no Clube Social, 18 de Julho. Quartas e sextas das 18h às 22h, na Vila Olímpica Jorginho da SOS.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]