“Autodeclaração” não impede novos termos de privacidade do WhatsApp

Um novo termo de privacidade do WhatsApp fez com que diversos boatos começassem a se espalhar nas redes sociais. A dica seria: Se você publicar uma mensagem com o título

“Autodeclaração” não impede novos termos de privacidade do WhatsApp

Um novo termo de privacidade do WhatsApp fez com que diversos boatos começassem a se espalhar nas redes sociais. A dica seria: Se você publicar uma mensagem com o título “Eu não autorizo”, no status ou em algum grupo, o aplicativo não vai poder utilizar suas fotos na nova regra que começa hoje (10). 

De acordo com um texto que está viralizando no próprio WhatsApp, o usuário que não quiser se submeter às “novas regras” teria que compartilhar um texto que começa com “Eu não autorizo”. Seria um tipo declaração de que o WhatsApp, Facebook ou Instagram não teria o direito de usar suas fotos.

No entanto, segundo a empresa, inicialmente cada usuário teria até o dia 08 de fevereiro para aceitar os termos de serviço. Caso não concordasse, a conta deveria ser excluída e não seria mais possível utilizar o aplicativo. Mas, após inúmeras reclamações de usuários e pressão de entidades públicas como o Procon de São Paulo e o Ministério da Justiça, o grupo recuou na medida, estendendo esse prazo até o dia 15 de maio deste ano.

Além disso, o IDEC (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) estuda medidas judiciais e administrativas para impedir que o mensageiro bloqueie o uso do serviço por usuários que não aceitarem os novos termos. Então essa suposta autodeclaração não tem utilidade, e não passa de um mero boato.

Saiba mais sobre os termos de privacidade do WhatsApp.