Bolsonaro NÃO decretou Estado de Sítio no país

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foram protagonistas de um ato inusitado nos últimos dias. Em vídeos postados nas redes sociais, eles aparecem comemorando um suposto decreto de “Estado de

Bolsonaro NÃO decretou Estado de Sítio no país

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foram protagonistas de um ato inusitado nos últimos dias. Em vídeos postados nas redes sociais, eles aparecem comemorando um suposto decreto de “Estado de sítio” no país. As gravações foram feitas no final dos atos do dia 7 de setembro em Brasília (DF). 

Contextualizando, o Estado de sítio é uma manobra de instrumento burocrático e político em que o chefe de Estado (presidente) suspende por um período temporário a atuação dos Poderes Legislativo (deputados e senadores) e Judiciário. É um recurso emergencial que não pode ser utilizado para fins pessoais ou de disputa pelo poder, mas apenas para agilizar as ações governamentais em períodos de grande urgência e necessidade de eficiência do Estado.

Foi o que pensaram os caminhoneiros bolsonaristas, que chegaram até a comemorar a execução do suposto estado de sítio, após o anúncio do presidente de uma reunião extraordinária na quarta-feira (08) com ministros do atual governo. Esta informação foi propagada nas redes deles, através de grupos em aplicativos de mensagens. Mesmo sem qualquer veracidade na narrativa, muitos acreditaram e comemorar em vídeos.

Entretanto, apesar do presidente Jair Bolsonaro ter de fato dito que convocaria o Conselho da República no quarta-feira (08), com a finalidade de deliberar sobre uma possível intervenção federal, o encontro não chegou nem sequer a acontecer, e a expectativa que o presidente pusesse em prática a medida não se concretizou, e tudo não passou de uma NOTÍCIA FALSA.