Dinheiro apreendido em foto publicada pela PF NÃO vem de hospitais de campanha contra Covid-19 no Rio

Circula pelas redes sociais um post com uma foto que mostra pilhas de cédulas apreendidas pela Polícia Federal (PF) em uma operação no Rio de Janeiro. O dinheiro mostrado na

Dinheiro apreendido em foto publicada pela PF NÃO vem de hospitais de campanha contra Covid-19 no Rio

Circula pelas redes sociais um post com uma foto que mostra pilhas de cédulas apreendidas pela Polícia Federal (PF) em uma operação no Rio de Janeiro.

O dinheiro mostrado na imagem não foi desviado de hospitais de campanha construídos no Rio de Janeiro para abrigar pacientes da Covid-19. A Polícia Federal apreendeu a quantia durante a Operação Favorito, em 14 de março. Trata-se de uma fase da Lava Jato que apura o pagamento de propinas a agentes públicos, nos últimos dez anos, por empresas fornecedoras de mão de obra terceirizada no estado. Com isso, conseguiam contratos com a administração pública, que eram superfaturados. A investigação apura o desvio de R$ 3,9 milhões na gestão de 10 unidades de pronto atendimento (UPAs) pelo grupo.