É FALSO que vacina aumentou o número de crianças internadas nos EUA por Covid

Nos últimos anos, o crescimento de conteúdos enganosos a respeito da imunização contra o coronavírus têm sido uma situação rotineira na vida de muitos moradores que residem em comunidades cariocas.

Foto: Reprodução

Nos últimos anos, o crescimento de conteúdos enganosos a respeito da imunização contra o coronavírus têm sido uma situação rotineira na vida de muitos moradores que residem em comunidades cariocas.

Com diversos materiais sendo compartilhados nas redes sociais e grupos de mensagens instantâneas, fica difícil o entendimento do que é real e do que não é. E, no início deste mês, o cenário de desinformação sobre a temática continua o mesmo. 

Com a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a aplicação de vacinas em crianças de 5 a 11 anos no Brasil, rapidamente as redes sociais e outros meios de comunicação na Internet foram preenchidos pela temática. Em um destes materiais, afirmava que a internação de crianças aumentou nos Estados Unidos da América em razão do início da vacinação contra o Covid-19. O conteúdo é FALSO e visa desacreditar a campanha de imunização

Neste material compartilhado, não aparece nem uma estatística a respeito das crianças internadas, mas sim, o aumento de casos nos EUA neste início de ano, panorama que, infelizmente, tem sido comum em todos os países no mundo pelo alto contágio das variantes e pelas comemorações de final de ano. 

A transmissão de conteúdos falsos a respeito de qualquer assunto é extremamente grave. Tem muitas consequências e pode afetar a vida de alguém de diversas formas. Verifique as informações antes de compartilhar em grupos de família, amigos ou quaisquer outros.