Máscaras de tecido NÃO causam infecções na garganta

Circula nas redes sociais, que as máscaras de tecido não protegem contra o novo coronavírus e aumentam as chances de problemas respiratórios e infecções na garganta. O texto também afirma

Máscaras de tecido NÃO causam infecções na garganta

Circula nas redes sociais, que as máscaras de tecido não protegem contra o novo coronavírus e aumentam as chances de problemas respiratórios e infecções na garganta. O texto também afirma que apenas as pessoas sintomáticas devem usar máscara. Essa informação está incorreta.

Especialistas afirmam que as máscaras caseiras, confeccionadas corretamente, são eficazes. Elas funcionam como uma barreira física, protegendo de gotículas de saliva, espirro ou tosse, que podem conter o vírus. É indicado o uso correto das máscaras cobrindo nariz, boca e queixo, e que sejam higienizadas após o uso. As máscaras não são prejudiciais a saúde e a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda para todas as pessoas, sintomáticas ou não.