Policial Militar NÃO atirou em surfista em praia de Fortaleza

Circula nas redes sociais um vídeo em que um policial aparece perseguindo e disparando tiros contra um surfista em uma praia. De acordo com a legenda, a situação teria acontecido

Circula nas redes sociais um vídeo em que um policial aparece perseguindo e disparando tiros contra um surfista em uma praia. De acordo com a legenda, a situação teria acontecido na Praia do Futuro, em Fortaleza (CE). A informação é falsa. O vídeo, no qual um policial aparece perseguindo e atirando contra um homem que carrega uma prancha de surfe, não foi filmado no Ceará, mas em Playa Hermosa, na Costa Rica, no dia 26 de março. A Polícia Militar do Ceará (PMCE) publicou uma nota negando o fato.

A perseguição aconteceu na Costa Rica no final do mês de março deste ano. O acesso às praias foi proibido no país no dia 23 de março como medida de combate à Covid-19. O vídeo original foi publicado pelo perfil costarriquenho Surfline, no Instagram, e republicado pelo surfista em questão, o estudante Rafael Villavicencio. Além dele, outros surfistas foram presos por desobedecerem as regras de isolamento do país. Em uma das situações, o ex-campeão mundial da International Surf Association, Noe McGonagle foi detido e se desculpou publicamente.

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]