Projeção de matemático da FGV estima 17 mil mortes caso as aulas voltem em setembro

Circula nas redes sociais a seguinte publicação: “17 mil crianças menores de 5 anos correm risco de morte de Covid-19 em todo o país em decorrência da volta às aulas. “As

Projeção de matemático da FGV estima 17 mil mortes caso as aulas voltem em setembro

Circula nas redes sociais a seguinte publicação: “17 mil crianças menores de 5 anos correm risco de morte de Covid-19 em todo o país em decorrência da volta às aulas. “As aulas absolutamente não podem voltar em setembro. Nós temos hoje no Brasil 500 mil crianças portadoras do vírus zanzando por aí. Se você reabrir agora em agosto, mesmo usando máscara, mesmo botando distância de 2 metros. No primeiro dia de aula nós vamos ter 1.700 novas infecções, com 38 óbitos. Isso vai dobrar depois de 10 dias e quadruplicar depois de 15 dias. Então, abrir as escolas agora é genocídio”

A projeção é verdadeiro, foi realizada pelo matemático Eduardo Massad, professor titular da Escola de Matemática Aplicada Fundação Getúlio Vargas (FGV). Por meio de fórmulas matemáticas, o matemático afirmou que, caso aconteça uma reabertura precipitada das escolas no Brasil, o país pode saltar de 300 mortes de criança abaixo de 5 anos para 17 mil até o final do ano. Após essa projeção de aumento de mortes por Covid-19 entre crianças, governo de SP pediu para seu comitê reavaliar volta às aulas