USP NÃO comprovou que pessoas em isolamento ‘são mais vulneráveis à Covid-19’

Circula nas redes sociais um post que diz que a Universidade de São Paulo (USP) comprovou que pessoas em confinamento são mais vulneráveis à contaminação por Covid-19. Na verdade, o

USP NÃO comprovou que pessoas em isolamento ‘são mais vulneráveis à Covid-19’

Circula nas redes sociais um post que diz que a Universidade de São Paulo (USP) comprovou que pessoas em confinamento são mais vulneráveis à contaminação por Covid-19.

Na verdade, o estudo, que ainda não foi publicado, detectou apenas a presença do novo coronavírus suspenso no ar. Isso não significa que pessoas em confinamento são “mais vulneráveis” a contaminação por Covid-19.