Ação leva Hemorio para a comunidade Pavão Pavãozinho na próxima semana

Movimento Chega de Descaso e Rede Postinho desejam levar o hábito de doar sangue para os moradores da comunidade
WhatsApp Image 2020-06-30 at 15.22.15

O Movimento Chega de Descaso (MCD), que atua em apoio à população desassistida pelo setor público ou privado da saúde e a Rede Postinho que promove a saúde integral gratuita de mulheres, irão realizar uma ação junto com o Hemorio para doação de sangue na comunidade do Pavão Pavãozinho na Zona Sul do Rio no dia 10 de julho.

“Poucas pessoas na comunidade tem o hábito de doar sangue, e também os lugares que fazem esse trabalho não costumam ser muito acessíveis, então a gente junto com o MCD articulou essa ação e trouxe para a comunidade” conta Paula Mesquita que é secretária da Rede Postinho e moradora do Pavão Pavãozinho.

O que é necessário para doar: 

– Levar documento oficial de identidade com foto (identidade, carteira de trabalho certificado de reservista ou carteira do conselho profissional)

– Estar bem de saúde

– Ter entre 16 e 69 anos, 11 meses e 29 dias jovens com 16 e 17 anos podem doar com autorização dos pais e / ou responsáveis legais e um documento de identidade original desse responsável.  Modelo de autorização.

– Pesar no mínimo 50 Kg

– Não estar em jejum. Evitar apenas alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação.

– Não estar grávida nem amamentando.

– Intervalo mínimo para as doações: Homens – 2 meses, sendo no máximo 4 doações por ano. Mulheres – 3 meses, sendo no máximo 3 doações por ano.

Aqueles que tiveram a doença Covid-19 ou que tiveram contato com casos suspeitos ou confirmados ficará impedido de realizar a doação por 30 dias.

Para dúvidas, informações e também para quem desejar agendar um horário para fazer sua doação com mais comodidade, é só entrar em contato com o whatsapp (21) 99024-5076. A ação acontecerá das 10h às 17h na sede do Viva Rio: Acesso 1 – Rua Alberto de Campos 12 – Acesso direto pelo elevador /  Acesso 2 – Estrada do cantagalo (Brizolão)

A Ação tem o apoio do Viva Rio, Harmonicanto, Favela Solidária, Solar Meninos de Luz, Associação de Moradores do Pavãozinho, PPG Informativo e Museu de Favela.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]