Cedae faz sanitização em 35 comunidades nesta semana; Veja o calendário

Objetivo é combater coronavírus; favelas do Rio registram 2.049 casos e 430 mortes
Fazenda Coqueiros 2

A Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae) vai sanitizar 35 comunidades, entre esse número, cinco complexos. Nesta segunda-feira (22), as favelas Fazenda Coqueiros, Jardim Clarisse, São Jerônimo (Campo Grande), 1º de Abril e Gouveias, todas na Zona Oeste, estão sendo sanitizadas. 

A iniciativa, que visa combater a Covid-19, é uma ação complementar ao saneamento nas comunidades do Rio de Janeiro e é realizada por uma empresa especializada contratada pela Companhia. As favelas do Rio registram 2.049 casos e 430 mortes, de acordo com o monitoramento realizado pelo Voz

A desinfecção é conduzida por agentes especializados, com equipamentos de proteção individual (EPIs), que utilizam nebulizador a frio para borrifar produto com efeito desinfetante nas vias e equipamentos públicos das localidades. A técnica e princípio ativo são os mesmos utilizados pelo governo chinês em ruas do país como forma de combater o novo coronavírus. O produto age como uma película que mata os microorganismos do local (vírus, bactérias, fungos e ácaros) e mantém a superfície desinfetada por até 30 dias, dependendo da ação externa e circulação de pessoas.

Desde o dia 24 de abril, quando as ações tiveram início, a Cedae já levou a sanitização a mais de 200 comunidades. O serviço é realizado diariamente, de segunda-feira a sábado. As comunidades que receberão o serviço nesta semana são: 

22/06 – Fazenda Coqueiros (Zona Oeste)

22/06 – Jardim Clarisse (Zona Oeste)

22/06 – São Jerônimo (Zona Oeste)

22/06 – 1º de Abril

22/06 – Gouveias (Zona Oeste)

23/06 – Complexo Inácio Dias (Zona Norte)

23/06 – Complexo do Barão ( Zona Oeste)

23/06 – Chacrinha ( Zona Oeste)

23/06 – Bateau Mouche ( Zona Oeste)

24/06 – Morro do São Carlos* (Centro)

24/06 – Azevedo Lima

24/06 – Santos Rodrigues (Centro)*

24/06 – Fogueteiro* (Zona Norte)

24/06 – Fallet* (Zona Norte)

24/06 – Coroa* (Zona Norte)

24/06 – Catumbi/Mineira* (Zona Norte)

25/06 – Batan* (Zona Oeste)

25/06 – Jardim Novo (Zona Oeste)

25/06 – Comunidade Light* (Zona Oeste)

25/06 – Cosme e Damião (Zona Oeste)

25/06 – São Sebastião (Zona Oeste)

25/06 – Frederico Falhauber (Zona Oeste)

25/06 – Vila João Lopes (Zona Oeste)

26/06 – Juramento* (Zona Norte)

26/06 – Juramentinho* (Zona Norte)

26/06 – Fubá/Campinho (Zona Norte)

26/06 – Morro da Caixa D’Água (Zona Norte)

26/06 – Engenho da Rainha* (Zona Norte)

27/06 – Cidade Alta* (Zona Norte)

27/06 – Pica-Pau (Zona Norte)*

27/06 – Brás de Pina (CZona Norte)*

27/06 – Huga Huga ( Zona Norte)

27/06 – Igrejinha (Zona Norte)

27/06 – Rua da Proclamação 809 (Zona Norte)

27/06 – Complexo do Chaparral (Zona Norte)

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]