#ChuvaRJ: Rocinha é a comunidade mais afetada pela tempestade

Rocinha sofre com destruição causada pela chuva. Foto: Jorge Kadinho/ Rocinha em Foco
Rocinha sofre com destruição causada pela chuva. Foto: Jorge Kadinho/ Rocinha em Foco

Uma das cinco mortes confirmadas na cidade foi na Rocinha

Morador ainda não foi identificado

Com ventania atingindo mais de 100/KM, a tempestade que chegou na cidade deixou muitas famílias desabrigadas na madrugada desta quinta feira (7), e a Rocinha é uma das comunidades que mais sofrem com a destruição causada pela chuva. Além de casas alagadas e muita lama, uma grande quantidade de lixo tomou conta das ruas da favela.

“Não tô vendo os moradores levarem seus filhos para a escola. Tem que descer de bota! É melhor ficar em casa por que não dá para passar aqui, não. É muito lixo! Quem mora próximo ao valão é quem mais sofre.” comenta um morador em um vídeo publicado na página Rocinha em Foco. “Após a chuva de ontem, ficou um rastro de destruição, prejuízos e tristeza pelas famílias da nossa comunidade que perderam suas casas.”, informa o veículo.

Uma das cinco mortes confirmadas na cidade até o momento foi na Rocinha, onde um deslizamento de terra atingiu algumas casas, mas ainda não há mais informações e identidade da vítima. “Muita gente dormiu na rua, o CRAS está em alerta. Como a chuva passou, as pessoas estão voltando para suas casas e tirando a lama enquanto somam os prejuízos. Estamos com a esperança que daqui a pouco tudo vai se normalizar. Agora precisamos torcer para não caiu outra chuva dessas hoje” comenda um morador através do whatsApp do Voz das Comunidades. 

O transporte ainda está em processo de normalização, tendo algumas vans e a equipe de mototaxistas rodando a Estrada da Gávea e por partes da Rocinha. Garis e Agentes sócio-ambientais do projeto De Olho no Lixo também estão nas ruas desde o início da manhã trabalhando na limpeza das ruas da comunidade.

A Prefeitura decretou luto oficial de três dias devido mortes confirmadas. Através das redes sociais, a prefeitura também divulgou uma nota informando que o prefeito lamenta o ocorrido: O Prefeito Marcelo Crivella lamenta profundamente as cinco mortes confirmadas em decorrência das fortes chuvas que castigaram a cidade durante a madrugada.

O Centro de Operações Rio mantém o alerta de Estágio de Crise desde às 22h15 de ontem. Este o mais grave da escala, tendo como primeiro o estágio de normalidade, o segundo de atenção e o terceiro é de crise. De acordo com o site ClimaTempo, estas áreas de instabilidade vão persistir sobre o estado do Rio e o deslocamento da massa de nuvens de chuva deve ser lento, com previsão são várias horas de chuva moderada e persistente ao longo do dia. A recomendação é que população residente em locais vulneráveis deve seguir para pontos de apoio e locais mais seguros.

TELEFONES ÚTEIS
Emergência: 193
Defesa civil: 199
Polícia: 190


 

 

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]