Árvore de Natal do Santander no Morro do Adeus é cada dia mais visitada

A árvore do Santander localizada no Morro do Adeus cada vez atrai mais visitas, não apenas de turistas, mas também de moradores. A partir das 18:00 as luzes da árvore se acendem e os visitantes não param de chegar. As pessoas param para tirar fotos com a família, para apreciar a paisagem ou só para ter um pouquinho de descontração.

É o terceiro ano consecutivo que a Santander coloca essa árvore no topo do Morro do Adeus, um local que pode ser visto por boa parte do Complexo do Alemão. Ela foi inaugurada dia 15 de dezembro e será retirado dia 6 de janeiro.

Valéria e seu marido Luiz Fernando juntamente com seus dois filhos, Emily e Luiz Guilherme.
Valéria e seu marido Luiz Fernando juntamente com seus dois filhos, Emily e Luiz Guilherme.

– Foi uma ótima iniciativa do Santander colocar essa árvore aqui no Morro do Adeus, isso só aumenta mais o valor da nossa comunidade. Não tive a oportunidade de visitar nos outros dois anos, mas achei tudo espetacular e pretendo visitar mais vezes. — Palavras de Valéria da Silva Francisco, de 31 anos, moradora da Grota.

Érica Barbosa com seus pais Uilson e Isabel e sua prima Rebecca.
Érica Barbosa com seus pais Uilson e Isabel e sua prima Rebecca.

– A Santander deu uma ótima oportunidade para o pessoal aqui do Complexo do Alemão, pois nem todos tem condições de ir até a Lagoa Rodrigo de Freitas para ver a árvore, até olhando pela janela da nossa casa conseguimos ver a árvore do Adeus de longe, resolvemos vir aqui mais perto para tirar fotos e curtir um pouco esse cenário. Com certeza iremos visitar nos próximos anos. — Palavras de Érica Barbosa e de seus pais, Uilson e Isabel, moradores da Nova Brasilia.

Rogério e sua esposa, juntamente com a Lúcia e Wellerson.
Rogério e sua esposa, juntamente com a Lúcia e Wellerson.

– Eu e minha esposa somos pastores, subimos o Morro do Adeus toda sexta-feira, trazendo famílias diferentes, às 20:00 para fazer as nossas orações e agradecer pelo ano que passou. Acho que a árvore foi uma boa iniciativa por parte dos patrocinadores, acredito que serviu para integrar toda a comunidade e passar a mensagem de que o Complexo do Alemão passou por uma transformação. Durante todo o ano eu estou aqui com a minha esposa, trazendo novas pessoas para conhecer o local. — Palavras de Rogério, de 40 anos, morador do Engenho da Rainha.

 

Visite você também a árvore do Santander, na estação do Morro do Adeus. Leia mais informações em:

[saiba]

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]