Bolsa Família vai dobrar para moradores de favelas

bolsa-familia-2017

Para conter crise no estado, Ministério do Desenvolvimento Social anuncia medidas

O valor do benefício do Bolsa Família vai dobrar para os moradores da Cidade de Deus, Vila Kennedy, Complexos do Alemão, Penha e Maré. Segundo anúncio do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), além do reajuste do benefício, cursos de informática e atividades esportivas serão oferecidos para jovens de baixa renda entre 12 a 29 anos.

As iniciativas integram o conjunto de ações para tentar solucionar a crise na segurança do Rio de Janeiro. Locais como o Complexo do Chapadão e do Lins também fazem parte da primeira leva dos beneficiários. Outros pontos na cidade do Rio e áreas da Baixada Fluminense ainda vão ser incluídos.

O governo federal pretende disponibilizar recursos para alimentação e transporte desses jovens além de preparar outros projetos na área social de infraestrutura e turismo para incentivar o emprego e afastar jovens da criminalidade. Com previsão de início para setembro, o programa foi anunciado no início do mês e tem como meta beneficiar 50 mil jovens do estado.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]