Bruno Itan representa Foto Clube em exposição na Alemanha

brunoitan022

Engana-se quem acredita que os olhos do mundo são apenas para os talentos que estão chegando no Rio. Hoje, em contra-fluxo, Bruno Itan desembarca na Alemanha para expor o trabalho do Foto Clube Alemão. As fotos ficarão expostas entre 28 de julho e 26 de agosto na Academia Intercultural Auslandsgesellschaft, que fica na cidade de Dortmund, e tem o objetivo de apresentar o cotidiano de áreas que não serão vistas durante os Jogos Olímpicos.

Será a primeira viagem internacional do Bruno, que ficará pela Alemanha por dez dias. “A gente está neste projeto desde o ano passado e quem estava a frente de tudo era o Célio Ferreira, um fotógrafo talentosíssimo do Complexo, mas infelizmente ele não conseguiu tirar o passaporte a tempo, por isso achamos melhor que eu fosse representar o trabalho”, conta Bruno que é um dos fundadores do Foto Clube Alemão.

Para chegar à Alemanha, o fotógrafo recebeu ajuda do atual Secretário de Esporte, Lazer e Juventude do Estado do Rio de Janeiro que custeou a passagem. “Nós não recebemos passagem dos Alemães e, se dependesse de recursos próprios, seria muito complicado estarmos lá. O apoio do secretário foi muito importante para que a gente possa representar o Foto Clube num trabalho tão bacana. Estamos levando o lado poético do Alemão pro mundo. Enquanto as Olimpíadas fazem a exposição de Copacabana e Barra da Tijuca, mostraremos o lado bonito da favela que se a gente não mostrar, ninguém vai conhecer”, reflete o fotógrafo.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]