Coelhinho da paz leva 6 mil chocolates para o Complexo do Alemão neste sábado

Com recorde de doações, a campanha “PAZcoa no Alemão” arrecadou o dobro de chocolates comparado ao ano passado. A ação foi criada há 6 anos pelo jornal VOZ DA COMUNIDADE e conta hoje com aproximadamente 50 voluntários. A campanha aconteceu durante um mês na internet e mobilizou milhares de pessoas nas redes sociais. Artistas, anônimos, moradores do Alemão, pessoas de fora, enfim, todos puderam contribuir de alguma forma.

Esse dia é muito esperado pela comunidade, pois muitas famílias não tem condições de comprar chocolate para suas crianças e na maioria das vezes, esse é o único que ela recebe nessa época. Foram distribuídas senhas para a retirada no sábado.

“Estou muito feliz com mais um ano de sucesso da campanha, a expectativa e o frio na barriga é mesmo de todos os anos. Como todo brasileiro, sempre deixamos algumas coisas para a última hora, mas sempre dá certo” – afirma Rene.

Além da distribuição, voluntários estarão pintando o rosto das crianças de coelhinhos, a ong SOS Dental oferecerá aplicação de flúor e o coelhão da PAZcoa estará presente nos 3 lugares o tempo inteiro para animar a criançada que estiver na fila. Há um controle rigoroso com carimbos e senhas para que não haja tumultos.

20140418-080321.jpg

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]