Com mais de 3 mil votos, Garota e Garoto da Favela são eleitos

Maria Eduarda e Jonatan Ludgero são eleitos
Maria Eduarda e Jonatan Ludgero são eleitos

O concurso do Jornal Voz Das Comunidades voltou com todo vapor. Com o objetivo é eleger uma menina e um menino das Favelas que o Voz está atuando em 2017 através de uma votação na página no facebook Voz Das Comunidades. A eleição acontecerá todos os meses, com ensaios dos ganhadores publicados no jornal.

Depois de mais de 3 dias de votação, com 3,3 mil votos (70% válidos) a Maria Eduarda foi eleita como garota da Favela de Janeiro e com 369 votos (90% válidos), elegeu Jonatan Ludgero.

Garota da Favela de Janeiro – Complexo do Alemão:

Nome: Maria Eduarda
Idade: 14 anos
Localidade que mora: Caixa d’água
Altura: 1,68

Um pouco sobre mim:
Meu nome é Maria Eduarda, tenho 14 anos, faço 15 esse ano dia 22/09, moro no complexo desde que nasci, sou apaixonada por rap mas ouço de tudo um pouco, tenho um amor mt grande por skate e surf.

Garoto da Favela de Janeiro – Complexo do Alemão:

Nome: Jonatan Ludgero
Idade: 23 anos
Localidade que mora: Fazendinha
Altura: 1,65

Um pouco sobre mim:

Adoro esporte Sou apaixonado por teatro Sou brincalhão conselheiro

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]