“Corro pra sala pra me proteger dos tiros” relata moradora que acaba de ter mais uma marca da violência em sua casa

IMG_7641.JPG

O domingo começou não muito legal pra quem (sobre)vive no Complexo do Alemão… Relatos de tiros em várias localidades da comunidade, assustaram os moradores do Largo da Bulufa, Areal e Canitar. Uma moradora entrou em contato por volta de dez e meia da manhã, relatando que havia mais uma marca da violência no seu banheiro. Um tiro atingiu a parte mais vulnerável da sua casa.

“O meu banheiro fica pra varanda que dá pra rua, a minha cozinha também… Só que quando tá dando tiro, eu fico na sala, que é mais escondido. Eu não sei como aconteceu, mas ouvi um barulho e vi que pegou no banheiro.. E esse não é o primeiro que atinge a minha casa. Já tem umas 5 marcas de tiros aqui dentro.”

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]