Curso grátis de Formação de Mediadores da Leitura, no Alemão

curso_de_formacao_de_mediadores_de_leitura

A Secretaria do Estado de Cultura em parceria com a coordenação do Instituto Raízes da Tradição abre inscrições para o Curso de Formação de Mediadores da Leitura, na Biblioteca Parque do Alemão, localizado na Estação do Teleférico da Palmeiras  no Complexo do Alemão.

As aulas são destinadas a toda as pessoas que queiram trabalhar com o público infanto juvenil e para quem está interessado em práticas de mediação de livro e leitura em diálogo com outras linguagens da arte. As aulas prometem ser dinâmicas e participativas, com inúmeras atividades.

Profissionais ligados ao Instituto Tear, participarão das atividades e a ideia é trabalhar diferentes linguagens da arte e mídia, sejam impressas, audiovisual, radiofônica ou digital.

As inscrições para o curso de Formação de Mediadores de leitura está abertas e podem ser feitas através do e-mail: [email protected] – até o dia 27 de março.

O curso acontecerá nem dois horários nos seguintes dias:

28/03  Abertura – 14h às 18h.
29/03 – 10h às 13h e de 14h às 17h.
11/04 – 10h às 13h e de 14 às 17h.
18/04 – 10h às 13h e de 14 às 17h.
19/04 – Encerramento – das 14h às 18h.

Denise Mendonça, do Instituto Tear estará presente na abertura e no encerramento  do curso.
Para mais informações entre em contato pelo telefone (21) 2216-8500 ramal 224/245

O curso é totalmente gratuito e será emitido um certificado de conclusão.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]