Debate sobre cultura de direitos humanos vs discursos de ódio acontece no Educap

29982837_1260750867395908_4389761411782475382_o

O Educap – Espaço de União, Convivência, Aprendizagem e Prevenção receberá, em seu espaço, um debate público que terá como tema a cultura dos direitos humanos vs discursos de ódio. O debate acontecerá no dia 26 de abril, às 18h e será gratuito.

O evento é organizado pelo Usina de Valores, projeto liderado pelo Instituto Vladimir Herzog em conjunto com movimentos sociais, grupos e organizações do Rio de Janeiro, Recife e São Paulo. O debate visa falar sobre o crescente discurso de ódio no Brasil e a importância do diálogo entre grupos diversos.

O projeto Usina de valores, que tem como missão promover práticas e vivências que influenciam a promoção de uma cultura de direitos humanos, já realizou uma atividade em São Paulo e agora será a vez do Rio de Janeiro, onde ações acontecerão no Complexo do Alemão.

Os convidados para o diálogo são Raull Santiago, dos coletivos Movimentos e Papo Reto, Thamyra Thâmara, do coletivo Gato Mídia e Casa Brota, Alan Brum, do Instituto Raízes em movimento e Sabrina Martina, poeta e integrante do Slam Laje. O bate-papo será mediado pela jornalista Lana de Souza, integrante do coletivo Papo Reto, articulador do projeto no Rio.

Lana de Souza destaca a importância do evento e fala da necessidade de aprender a lidar com a diferença de pensamentos na sociedade em que estamos vivendo.

“Eu acho que é mais interessante conseguir aprender a dialogar com o diferente, não em uma postura de querer transformar o outro, não em uma postura de querer fazer com que o outro mude a sua opinião e concorde com a gente”- destaca.

A jornalista também diz que há um medo generalizado de não ser compreendido quando as pessoas expõem as suas convicções e relata que uma das missões do Usina de Valores é a escuta ativa. Segundo Lana, a escuta ativa é um desejo que vai além de ouvir o que o outro está dizendo.

“Cada vez mais a gente tem vivido tempos sombrios, de medo desse discurso em que só uma pessoa é certa. Se ninguém concorda com aquilo, o resto do mundo é errado”. – diz a jornalista.

Uma das apoiadoras do projeto é a Lucia Cabral, presidente da Ong Educap, onde o debate será realizado. Lucia revela que a Educap tem como principal missão a luta por acesso ao direito através de várias ações.

“Acho que todos nós de movimentos, associações, ONGS e coletivos temos a ver com esse debate. Eu estou como um parceiro que apoia o debate frente aos direitos humanos”- finaliza Lucia.


Debate Público: Cultura de Direitos Humanos X Discursos de Ódio
Data: 26 de abril 
Horário: às 18h
Local: Educap – Rua Canitar, s/n – Ao lado do Campo do Sargento

 

Texto: Jacqueline Lima

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]