Feirinha da grota, nova brasília e Praça de Inhaúma são Tops!

dona_gloria_da_feira_da_grota

Quem nunca visitou uma feirinha e saiu com várias sacolas de compras que are a primeira pedra! As feirinhas surgiram na idade média e tendem a ter sucesso até os dias atuais. Bem lá atrás, as feiras não eram um privilégio para todos, só quem realmente tinha condições podia frequentar. Porém, agora, no século 21, qualquer tipo de publico pode frequentar e sair satisfeito pelo baixo custo dos produtos. Um local onde você pode encontrar comidas, roupas, produtos de beleza, e todos os tipos de acessórios. As feirinhas já fazem parte do cotidiano dos moradores aqui do Complexo do Alemão. As mais conhecidas, pela redondeza, são a da Grota, Nova Brasília, da Praça e de Inhaúma:

Nova Brasília – Quarta-feira / Sexta-feira
Grota – Sexta-feira
Praça de Inhaúma – Todos os sábados
Todas estão abertas das 18h até às 22h

Dona Gloria (na foto acima), moradora de Ramos, abre sua barraca na feirinha da Grota toda sexta e quarta, há cerca de 8 meses: “Os clientes do Complexo do Alemão são os mais animados. Curto muito vender os meus produtos aqui mas, devido aos últimos acontecimentos pelo local, fica bem dicil trabalhar. Manifestações, tiroteios, etc.” afirma Dona Gloria, de 52 anos, vendedora de chinelos personalizados e acessórios.

Por: Angélica Domingos

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]