Filmes ‘Os farofeiros’ e ‘Surf no Alemão’ estreiam nesta quinta-feira no cinema do Alemão

F2F80A7C-54BC-49D2-8E7E-6FC31A7AA49C

Confira a programação do dia 22 a 28 de março de 2018. O preço do cinema é de R$5,00 reais. A bilheteria começa a funcionar a partir das 13h30. O cinema fica na praça do teço, na Nova Brasília, dentro do Complexo do Alemão.

Os farofeiros

Quatro colegas de trabalho se programam para curtir o feriado prolongado em uma casa de praia e, chegando lá, descobrem que se meteram em uma tremenda roubada. Para começar o destino não é Búzios, mas Maringuaba; a residência alugada é encontrada caindo aos pedaços, bem diferente do prometido; a praia está sempre cheia; e as confusões são inúmeras.

Horários: 19h e 21h – Não recomendado para menores de 12 anos

Surf no Alemão

O documentário “Surf No Alemão” conta a história de Wellington, um jovem morador do Complexo do Alemão que criou um projeto de surfe e dedica seus finais de semana levando as crianças da comunidade para surfar na praia do Recreio Dos Bandeirantes, que fica a cerca de 50KMs do Complexo do Alemão. Você ira conhecer e se emocionar com as histórias e Wellington e seus alunos.

Horário: 16h30 (Nesse sábado e domingo não haverá essa sessão)

Pantera Negra

Conheça a história de T’Challa, príncipe do reino de Wakanda, que perde o seu pai e viaja para os Estados Unidos, onde tem contato com os Vingadores. Entre as suas habilidades estão a velocidade, inteligência e os sentidos apurados.

Horário: 14h (Nesse sábado e domingo não haverá essa sessão)  Não recomendado para menores de 14 anos

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]