Inscrições abertas para atividades gratuitas na Vila Olímpica do Alemão

Foto: Renato Moura/Voz Das Comunidades
Foto: Renato Moura/Voz Das Comunidades

Vila Olímpica Carlos Castilho que fica na Estrada do Itararé 460, oferece diversas atividades para crianças, jovens, adultos e portadores de necessidades especiais. As vagas são limitadas e totalmente gratuitas.

Atividades oferecidas

  • Futebol de (6 a 17 anos).
  • Natação (a partir de 1 ano).
  • Hidroginástica (a partir de 18 anos).
  • Capoeira (a partir de 6 anos).
  • MMA (a partir de 6 anos).
  • Luta livre (a partir de 6 anos).
  • Jiu-Jitsu (a partir de 6 anos).
  • Karatê (a partir de 6 anos).
  • Muay Thai (a partir de 6 anos).
  • Ballet (de 05 a 17 anos).
  • Ginástica Rítmica (de 5 a 17 anos).
  • Alongamento (a partir de 18 anos).
  • Canto
  • Boxe Gym (a partir de 14 anos).
  • Funcional (a partir de 18 anos).
  • Aerodefense (a partir de 16 anos).
  • Atividades para portadores de necessidades especiais (Natação, Atletismo, Hidroginástica, Caminhada).


Documentos necessários para inscrições

  • Crianças de 1 a 4 anos: Apresentar cópia da certidão de nascimento, comprovante de residência, CPF e atestado médico para a prática de atividades físicas. Devem estar acompanhadas de um maior de 18 anos com uma foto 3×4.
  • Crianças de 5 a 17 anos: declaração escolar, cópia da certidão ou identidade, CPF, comprovante de residência e atestado médico para a prática de atividades físicas.
  • Adultos e 3ª idade: Atestado médico para a prática de atividades físicas, cópia da identidade, CPF e comprovante de residência.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]