Moradora do Complexo do Alemão é enterrada no centro do Rio

IMG_8337

Marinete Berto tinha 56 anos e deixa duas filhas, marido e neta

O enterro de Marinete Berto, 56 anos, vítima de um confronto entre policiais e traficantes no Complexo do Alemão, foi realizado na tarde desta terça-feira, 30/05, no Cemitério do Catumbi, no centro do Rio de Janeiro.

Marinete estava voltando do trabalho quando foi atingida, no fim da tarde da última segunda-feira, 29/05. Um vizinho fez o primeiro socorro e levou a auxiliar de serviços gerais para a Unidade de Serviço de Pronto 二元期权平台 Atendimento (UPA) do Complexo do Alemão. De lá Marinete foi transferida para o hospital Salgado Filho, no Méier, mas não resistiu. Morreu na operação que tentava salvar sua vida após ter levado um tiro na cabeça.

No enterro, que a família pediu para não ser gravado, a filha gritava aos prantos. Uma amiga, no caminho do velório para o enterro, dizia que ninguém podia imaginar o quanto era aquela dor. Marinete deixa duas filhas, marido e uma neta.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]