Criador do primeiro portal paralímpico do país faz vaquinha online para custear cobertura dos Jogos

(Foto: Renato Moura/Jornal Voz da comunidade)

O estudante de jornalismo e idealizador do Portal Noticiário Paralímpico, Nataniel Souza, de 25 anos, iniciou nesta terça-feira (19) uma vaquinha online para arrecadar verba e realizar seu sonho de cobrir os Jogos Paralímpicos do Rio 2016.

Após um ano de vida do portal, o jovem morador da Alvorada, no Complexo do Alemão, está pedindo a ajuda de todos para conseguir R$ 5 mil. O valor vai ser destinado para a alimentação, hospedagem e transporte para os nove colaboradores do Noticiário cobrirem os 10 dias de Jogos Paralímpicos.

A ideia inicial de Nataniel era propagar a inclusão social de atletas com deficiência física e eliminar qualquer preconceito contra esses profissionais. Como os Jogos Paralímpicos são o maior multi-evento internacional para atletas portadores de deficiência, essa é a oportunidade para o estudante divulgar e acompanhar os atletas brasileiros e internacionais.

“Queremos que cada vez mais pessoas possam ver e torcer por nossos atletas”, Nataniel contou que essa é a meta inicial do projeto e a próxima será para comprar duas câmeras digitais. Cada pessoa que contribuir vai ganhar um brinde diferente, dependendo do valor que ajudou, como um vídeo de agradecimento, canecas, camisas e o nome publicado nas redes sociais.

O projeto que busca representar os atletas, conta com a colaboração de Taiana Lopes, atleta de natação paralímpica e estudante de jornalismo, que sonha em ver o esporte adaptado brasileiro destacado na mídia nacional.

Para conhecer a história dessa equipe, acesse o site: https://benfeitoria.com/noticiarioparalimpico e contribua.

_______________

Nascido e criado no Complexo do Alemão, Nataniel Souza, sempre teve amor pelo esporte, mas acabou optando por uma faculdade de jornalismo. Atualmente ele estuda na Unisuam de Bonsucesso e está no sétimo período. Aproveitando o trabalho de uma disciplina, criou um site chamado Portal Noticiário Paralímpico e ganhou o prêmio Cidadão Socialmente Responsável, oferecido por sua faculdade. Leia mais:

 

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]