Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Defensoria em Ação nas Favelas divulga as datas para as próximas edições

O intuito dessa iniciativa é levar para as comunidades serviços de caráter jurídico e social

Foto: Instituto Raízes em Movimento / Reprodução

O projeto Defensoria em Ação nas Favelas, que leva a Defensoria Pública do Rio de Janeiro (DPRJ) para dentro das comunidades, a fim de garantir o acesso à justiça aos menos favorecidos, já tem previstas as datas dos próximos eventos. Neste ano, os encontros serão realizados de forma online em parceria com movimentos das comunidades, devido à pandemia.

Iniciada em 2019, a iniciativa leva para as comunidades ações sociais, orientação jurídica e acompanhamento processual aos cidadãos menos favorecidos. O objetivo é garantir o acesso à justiça aos moradores de favela do Rio de Janeiro que, por vezes, são deixados de lado pelas políticas públicas. O lançamento ocorreu na Vila Kennedy, Zona Oeste do Rio, dia 15 de janeiro.

Defensoria em Ação nas Favelas foi lançado no dia 15 de janeiro, na Vila Kennedy
Foto: Reprodução

“Esse projeto é fruto de uma experiência dos últimos anos de construção de acesso à justiça nas comunidades. Apesar de ser uma construção recente, nossa ouvidoria já tem um legado histórico, desde o início com nossa atuação no Circuito de Favelas por Direitos, durante a intervenção militar. Tirar mais de 100 defensores dos gabinetes e colocá-los nas favelas foi uma grande mudança de paradigma. E o mais bonito é que tudo isso vem sendo construído coletivamente. Normalmente quando o Estado chega nesses espaços periféricos é num movimento de violação de direitos, mas fico muito feliz pela relação que construímos de confiança, parceria e garantia de direitos”, destacou o defensor público-geral, Rodrigo Pacheco, no evento acima.

 Veja os locais de atendimento:
 
LabJaca, do Movimento Popular de Favelas e do Portal Favelas, nas comunidades Manguinhos, Jacaré e Jacarezinho: dias 24/04, 03/07, 02/10
 
Espaço Democrático De União, Convivência, Aprendizagem E Prevenção (EDUCAP), No Complexo do Alemão: dias 20/03, 22/05, 19/06, 21/08, 18/09, 18/12

Instituto Raízes em Movimento, no Complexo do Alemão: dias 15/05, 14/08, 13/11
 
Programa social: Sim, eu sou do Meio, Em Belford Roxo: dias 10/04, 12/06, 14/08, 09/10
 
Centro Comunitário Irmãos Kennedy, na Vila Kennedy: dias 10/04, 12/06, 11/09, 13/11
 
Teia de Solidariedade Zona Oeste, em Campo Grande: dias 08/05, 10/07, 11/09, 11/12
 
Coletivo Vila Beira Mar, em Duque de Caxias: dias 17/04, 17/07, 16/10.
 
Redes da Maré, no Complexo da Maré: dias 20/03, 17/04, 15/05, 19/06, 17/07, 21/08, 18/09, 16/10, 27/11 e 18/12
 
EuSouEu/Niara espaço de acolhimento, em São Gonçalo: dias 27/03, 08/05, 10/07, 09/10, 11/12
 
Elas Existem – Mulheres Encarceradas, em Guadalupe: dias 29/05, 26/06, 24/07, 28/08, 25/09, 23/10, 27/11

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]