Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Disponível calendário do ônibus da Justiça itinerante para a favela da Rocinha; confira

O programa tem o objetivo de trazer o poder judiciário para perto da comunidade sem burocracia e totalmente gratuito

Foto: Reprodução

A Justiça itinerante tem por intuito dar a população acesso à Justiça e fomentar a cidadania, por meio de atendimentos regulares previamente estabelecidos mediante calendários amplamente divulgados.

O programa surgiu como um novo paradigma no qual os Juízes, juntamente com membros do Ministério Público e Defensoria Pública, vão ao encontro de cidadãos, principalmente aos mais necessitados ou menos favorecidos (em razão da inexistência de políticas públicas eficientes em determinados locais).

Entre os serviços oferecidos pelo programa, estão os casos da área de Varas de Família (ação de alimentos, guarda, divórcio, conversão de união estável em casamento, investigação de paternidade); atendimento para o registro civil de pessoas, com foco no registro tardio de nascimento, para o público que não possui certidão; e casos do Juizado Especial Cível que tratam de questões sobre a Defesa do Consumidor.

Os moradores da Rocinha, Zona Sul do Rio de Janeiro, poderão ter acesso ao serviço no seguinte endereço: Rua Berta Lutz, S/N° – Rocinha (em frente ao Centro de Cidadania Rinaldo Lamare) – São Conrado, todas as terças-feiras de 09h às 13h.

Os documentos necessários para casamentos são: Certidão de nascimento, identidade e CPF, comprovante de residência e identidade e CPF das testemunhas. As pessoas que casaram anteriormente, deverão apresentar certidão de casamento com o divórcio averbado. Além disso, originais e cópias de todos os documentos.

Veja o Calendário do programa na Rocinha:

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

Veja também

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]