Escola de MCs da Rocinha abre novas inscrições para moradores da comunidade

Criada em 2020, a iniciativa sociocultural utiliza a música como instrumento de organização e luta da população favelada
Espaço Comunal - Escolas de MCs

Foto: Reprodução/Youtube

Em busca de incentivar a produção musical dentro das comunidades e influenciar nas perspectivas profissionais dos moradores, a Escola de MC ‘s da Rocinha abre novas inscrições para a próxima turma de alunos do projeto sociocultural. Criada em 2020, em uma ação das Brigadas Populares, uma organização popular, a iniciativa tem como objetivo a democratização da cultura dentro das favelas e utilizar a música como instrumento de organização social e luta da população periférica.

Além da parceria com as Brigadas Populares, a Escola de MC´s da Rocinha conta com o apoio do TOS Record e Coletivo Rap Vírus, que auxiliam na coordenação das aulas dentro do projeto e realizam a gravação de músicas em estúdios profissionais para os estudantes da iniciativa.

Para realizar a inscrição na Escola de MC ‘s da Rocinha, que vai até o dia 14/06, é necessário cadastrar os seus dados na plataforma online do Google. Além disso, a iniciativa divulga as informações das aulas periodicamente em seu canal do Youtube.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]