Favela da Rocinha recebe 1.500 novas luminárias de LED em iniciativa da Prefeitura do Rio

O programa Luz Maravilha visa modernizar os pontos de iluminação nas comunidades
Rio Luz

Foto: Alexandre Farah/Rio Luz

A economia e a energia sustentável estão entre as principais virtudes da modernização no sistema de iluminação pública. Com o objetivo de trazer esses benefícios para o cotidiano dos moradores nas favelas cariocas, a Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro, por meio da Rioluz, realiza a iniciativa Luz Maravilha, que visa aprimorar os pontos de luz das comunidades.

A ação, que conta com a parceria público-privada, instalou 1.500 luminárias novas de LED nesta última quinta-feira (22). A atualização desse sistema beneficiará 70 mil moradores da Rocinha, Zona Sul do Rio. Segundo o cronograma e as metas do Luz Maravilha, a modernização e eficientização alcançará toda a cidade do Rio de Janeiro até 2022 com 450 mil pontos de iluminação.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]