Moradora da Vila Kennedy comemora aniversário com tema gari, seu emprego dos sonhos

Cris sonha em trabalhar na companhia de limpeza e levar estabilidade financeira para a família
14dce26d-3766-4e86-aa47-2baacf09d44f

Ana Cristina é cria da Vila Kennedy, zona Oeste do Rio. Ela completou 37 anos no último domingo (21) e a comemoração não foi nada tradicional. O que chamou atenção foi o tema escolhido pela aniversariante: a Comlurb. Trabalhar na Companhia Municipal de Limpeza Urbana da cidade do Rio de Janeiro (Comlurb) como gari é o sonho de Cris, que fez toda a decoração em homenagem à empresa e aos profissionais que mantêm a limpeza da cidade.

Cris não teve uma vida fácil. Foi mãe solteira aos 14 anos da primeira filha, e apesar das dificuldades da gravidez precoce foi na gestação da segunda filha, aos 28 anos, que a sua vida realmente mudou. Largou o emprego no shopping pra cuidar das filhas e começou a cuidar de crianças na sua casa. “Cobrava um custo acessível para as mães que precisam trabalhar e não podiam pagar um valor alto, assim eu as ajudava e elas me ajudavam também a trazer o sustento para minha casa. Cuidei de crianças por uns quatro anos, cheguei a cuidar de 22 crianças em minha casa, mas até que por problemas de saúde precisei parar e daí fui em busca novamente de um sustento para o meu lar”.

Foi aí que, através de uns amigos, Cris começou a trabalhar como voluntária numa escola da VK (EDI Nobertina). “Minha pequena já estudava lá e eu trabalhando junto, já almoçava ali também, então era menos uma refeição a se preocupar em casa. Pois minha filha mais velha, almoçava no próprio serviço, então minha preocupação era apenas a janta”. Nessa escola ela começou a ter contato com garis que davam dicas para ela ingressar na companhia, e foi a partir daí que o sonho nasceu. “Sonho em ter um trabalho estável, em poder dar uma vida melhor as minhas filhas e ingressar nessa profissão que tanto admiro, uma profissão que é desvalorizada por muitos mas que tem um valor incrível”.

Também na escola, Cris conheceu a encarregada da empresa que prestava serviços de limpeza para o município. Vendo seu esforço e sabendo das suas necessidades, ela indicou a Cris para uma vaga de auxiliar de serviços gerais,  que com isso conseguiu novamente trabalhar de carteira assinada. “Trabalhei na Creche Municipal Vila Progresso por quatro anos e durante todos esses anos minha admiração pela Comlurb foi só aumentando. Hoje, infelizmente, acabo de ser dispensada, devido à pandemia grande parte dos funcionários da empresa perderam seus empregos, mas não abaixo minha cabeça, vou à luta, tenho minhas vendas de empadas também que me ajudam a completar a renda, disposição é o que não me falta rs, até porque pra nós de comunidade, nada é fácil né! Creio que ainda tenho muito a conquistar e Deus irá me ajudar, como sempre me ajudou, até hoje”.

Foi dessa história e por conta desse sonho que surgiu o tema do seu aniversário, ela mesma cuidou de todos os detalhes da decoração. Apesar da pandemia, ela não deixou de comemorar com a família e fortalecer mais ainda seu sonho de ser gari. “É só um momento ruim e irá passar, pra todos nós, tenhamos fé! E sigo confiante em meu sonho e um dia vocês ainda me verão vestida de gari”. E mais, atualmente solteira, Cris sonha também em casar. “Ainda vou casar com alguém dessa profissão dentro de uma gerência da Comlurb. A da Barra da Tijuca é a maior que existe. Caso com vestido de noiva coral e ele de uniforme e todos os brindes serão feitos de reciclagem” .

A gente tá aqui na torcida e deseja toda sorte e sucesso para você, Cris!

.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]