Projeto Arte Transformadora lança programa de associado atender crianças do Complexo da Penha

O projeto é uma ótima oportunidade para crianças da comunidade, com aulas de dança, artesanato, música, entre outros
79978090_973178643052815_7349678135769563136_n

O Projeto Arte Transformadora, como o próprio nome diz, tem o objetivo de transformar a vida de crianças do Complexo da Penha através da arte, cultura e cidadania. Com projetos socioculturais, eles promovem aulas gratuitas de música, artesanato, meio ambiente, entre outros, buscando formar melhores cidadãos.

Para quem tem interesse em ajudar esse projeto, com apenas R$10,00 mensais, pouco mais de R$0,33 centavos por dia, você pode se tornar um associado transformador e contribuir para o futuro de centenas de crianças. O pagamento deverá ser presencial para que você e os demais associados possam ver a evolução com a sua contribuição.

Caso não possa contribuir financeiramente, mas ainda assim busca ajudar, o Arte Transformadora também possui um programa de voluntariado onde é possível colaborar. Para mais informações acesse o site: artetransformadora.org ou entre em contato com tio Albert Alves, através do número (021) 96436-4094, no WahtsApp.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]