Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Projeto do Comunidades Invisíveis oferece atividades para moradores do Vidigal

Iniciativa capacita jovens utilizando a educação em vários segmentos como ferramenta de transformação
Jefferson Brasil e Danilo Batista coordenam o projeto Bonsai no Vidigal (Foto: Igor Albuquerque / Voz das Comunidades)

Texto: Bárbara Nascimento | Fotos: Igor Albuquerque
Material produzido para o jornal impresso do Voz das Comunidades – Abril/2023

“Existimos pela insuficiência de políticas públicas de garantia ao direito à vida da população.
Favelas, morros, periferias, vielas, becos, palafitas, guetos e outros aglomerados subnormais
como são denominados pelo sistema.
Para nós são fábricas de talentos!”

Ao subir as escadas da instituição localizada na Rua Três, Vidigal, somos recebidos com esses dizeres acima, transcritos na parede frontal. Isso já dá ideia da visão que norteia o Bonsai, um projeto da ONG Comunidades Invisíveis.

São aulas de boxe, yoga, dança, oficinas de customização de roupas e reforço escolar – o alicerce. Em breve vai inaugurar as de design de sobrancelhas e gastronomia.

O objetivo de tal organização, fundada em 2012, é combater as desigualdades e promover a inclusão social através da geração de oportunidades. Para custear as atividades oferecidas pela instituição, em  quatro estados brasileiros (Santa Catarina, Bahia, São Paulo e Rio de Janeiro), além da colaboração dos sócios voluntários, há a confecção de roupas. Foi essa iniciativa que aproximou Jefferson Brasil e o fundador do Comunidades Invisíveis, Samuel dos Santos.

Projeto Bonsai oferece aulas de boxe para jovens da comunidade do Vidigal
(Foto: Igor Albuquerque / Voz das Comunidades)

JB, como é conhecido, ator de 39 anos, foi presenteado com uma camisa fabricada por essa instituição, nos seus primeiros anos de funcionamento. Naquele momento, ele não sabia que anos depois, junto com o ator e produtor, Danilo Batista, 47 anos, coordenaria uma célula da instituição: o Bonsai Vidigal.

Bonsai é uma planta que precisa de cuidado e atenção para se desenvolver. O nome favela tem origem em uma planta. O que JB e Danilo pretendem é que oportunidades não sejam podadas.

Dias e horários das atividades:

  • Segunda:
    • Boxe – às 15h
    • Alicerce – 15h e 16:30
    • Yoga – 18h
  • Terça:
    • Dança – 15h
    • Moda e Customização – 16h
    • Papo Reto – 17h
  • Quarta:
    • Boxe – 15
    • Alicerce – 15h e 16:30
    • Yoga – 18h
  • Quinta:
    • Moda e Customização – 15h
    • Dança – 16h
  • Sexta:
    • Boxe – 15h
    • Alicerce –  15h e 16:30

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]