VÍDEO: Moradores e comunicadores ressaltam a importância do Jornalismo Comunitário

5 de maio é celebrado o Dia das Comunicações; confira o conteúdo que a equipe do Voz das Comunidades preparou para esta data especial
Foto: Matheus Guimarães / Voz das Comunidades
Foto: Matheus Guimarães / Voz das Comunidades

“Comunicação comunitária é uma comunicação feita junto com a favela, para a favela e sobre nós”, em poucas palavras Tatiana Lima, repórter do RioOnWatch, definiu o Jornalismo Comunitário. Essa especialização do Jornalismo é focada no que acontece dentro das comunidades e de interesse dos moradores.

A comunicação comunitária é praticada por quem vive no território. Uma das missões é dar força e voz para diversos assuntos. Diferente das grandes mídias que focam em pautar a violência e narrativas negativas, comunicadores comunitários ressaltam as potencialidades das favelas. Dia 5 de maio é celebrado o Jornalismo Comunitário. Em homenagem a está data, produzimos um conteúdo no qual pessoas que acompanham veículos comunitários e comunicadores falam sobre a importância da área.

Confira a reportagem a seguir:

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]