34 mulheres foram baleadas no Grande Rio durante a pandemia

No sexto mês de quarentena, número de mulheres mortas a tiros dobrou desde que começou o isolamento social

34 mulheres foram baleadas no Grande Rio durante a pandemia

No sexto mês de quarentena, número de mulheres mortas a tiros dobrou desde que começou o isolamento social. 34 mulheres foram baleadas no Grande Rio durante a pandemia.

O site Fogo Cruzado trouxe dados alarmantes durante a pandemia: Nos 6 meses de quarentena, houve o registrou 2.359 tiroteios/disparos de arma de fogo na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. O número é 43% a menos que o registrado entre os dias 14 de março e 13 de setembro do ano passado, quando houve 4.114 tiroteios. 

O crescente número de mulheres baleadas chama a atenção. Foram 34 mulheres em 6 meses, sendo que 12 delas morreram. Do total de mulheres mortas desde que começou o isolamento social, metade delas foi vitimada neste último mês, entre os dias 5 de agosto e 1 de setembro. Para conferir os dados, acesse a plataforma Fogo Cruzado.