Agentes auxiliam pedestres durante reforma de passarela

smtt_canaa_travessia-1024x768

Assessoria

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) supervisiona de perto os serviços de reforma da passarela do Canaã. Além de inspecionar os trabalhos de infraestrutura em execução no local, o órgão dispõe de agentes no local para controlar o tráfego e auxiliar na travessia de pedestres, enquanto as obras estiverem em andamento.

De acordo com o superintendente da SMTT, Tácio Melo, alguns entraves burocráticos atrasaram o início da reforma, autorizada desde o dia 3 de fevereiro. “A própria empresa ganhadora na licitação já recebeu uma advertência pelo não cumprimento do prazo de início das obras”, frisou o gestor.

Ainda segundo Tácio Melo, o atraso também se deu devido a algumas readequações orçamentárias dos materiais utilizados para a reforma. “Toda a reforma é passível de mudanças durante o processo. É natural que alguns imprevistos aconteçam, mas estamos fazendo o que é necessário para que a obra termine e tão logo a passarela seja liberada”, afirmou.

Construída e mantida há mais de 15 anos pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), a passarela nunca passou por reformas. Preocupada com a segurança dos pedestres que usam a estrutura para travessias na Av. Durval de Goés Monteiro, a SMTT assumiu a responsabilidade e decidiu, com orçamentos próprios, custear a reforma da passarela, que liga os bairros de Canaã e Santo Amaro.

A reforma contempla a troca do piso e grande parte da estrutura metálica deteriorados pela ação do tempo. Durante as obras, agentes de Fiscalização de Trânsito estarão em três horários considerados críticos auxiliando na travessia de pedestres.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]