Após matéria sobre reclamação de moradores, parquinho da UPA do Alemão é reformado

materiaparquinhodoupa

Na edição de agosto falamos sobre a situação de risco que as crianças estavam passando e em menos de dois meses o caso foi resolvido

Parquinho novinho e com cheiro de tinta fresca. Agora as crianças do Complexo do Alemão podem frequentar o local, na Estrada do Itararé, número 951, na UPA (Unidade de Pronto Atendimento), e as mães não precisam mais ter medo de que elas sofram algum acidente nos brinquedos. Há menos de dois meses, após o pedido de moradores e a divulgação na edição de agosto do jornal Voz da Comunidade, a administração da unidade solicitou um pedido de reparação dos equipamentos e o parquinho, que nunca havia passado por reforma, agora está pronto para a diversão dos pequenos.

A ex-gerente da UPA, Vivian Costa, explicou que havia pedido urgência para a Organização Social Viva Rio e prontamente a OS iniciou a obra de manutenção e a pintura dos brinquedos.

As crianças sentem falta de uma área de lazer na região e com o parquinho estruturado, agora, os pais ficam tranquilos para deixar os filhos brincarem. “Antes eu tinha medo dos meninos se machucarem. Com a reforma ficou lindo e mais seguro”, contou a moradora Dalva Araújo, que costuma levar os dois filhos ao parquinho com frequência.

A equipe de jornalismo e os moradores agradecem a agilidade da unidade e da OS e, espera que seja mantida, tanto pelos frequentadores quanto pela organização.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]