Aprenda a ter foco para o estudo render mais

Aprenda a ter foco para o estudo render mais

Andrea RamalAndrea Ramal
Autora de “Redação Excelente – Para Enem e Vestibulares” (GEN)

 

 

 

Quem nunca passou por isso: passam-se as horas, nós lemos e relemos um conteúdo e temos a sensação de que não conseguimos aprender muita coisa? Isso acontece pela falta de concentração. Aprenda aqui como ter foco para que seu tempo de estudo possa render mais.

1. Evite os aparelhos eletrônicos. Celular, redes sociais, TV: eles são vilões que nos interrompem a toda hora e nos fazem perder a concentração. Ao estudar, desligue tudo. Se precisar do computador para fazer um trabalho, não deixe outros programas abertos, para não se distrair. Use a força de vontade e resista!

2. Mantenha seu local de estudo organizado. Não importa onde você estuda: na mesa da cozinha, no seu quarto ou na sala, num ambiente compartilhado com outras pessoas da casa. Organize os livros, cadernos, canetas e outros materiais bem perto de você. Peça às outras pessoas que respeitem seu momento de estudo: elas podem ajudar você simplesmente se não fizerem muito barulho.

3. Estude numa posição confortável. Se você estudar deitado no chão ou na cama, seu corpo logo ficará cansado, você acabará saindo do lugar e com isso, logo chega a distração. Lembre que são várias horas de estudo por dia: evite posições que podem causar danos à coluna ou provocar cãibra ou dormência nos braços. Mantenha um copo de água sempre perto de você, para não ter que ir pegar na cozinha.

4. Estude nos horários em que tem mais energia. Não adianta ficar no videogame, depois na TV, ficar nas redes sociais e só então pegar os livros. Os horários nobres do seu dia, em que a cabeça estará mais disposta a aprender, precisam ser reservados para as leituras e exercícios.

5. Divida bem os horários de trabalho e lazer. Se você está namorando, combine que as saídas sejam reduzidas até o dia do vestibular ou do Enem, para que você se concentre na preparação para a prova. Combine com os amigos que, nos próximos meses, você participará um pouco menos das baladas. Se eles gostam de você, irão compreender e apoiar. É um sacrifício que vale a pena.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]